Home / Notícias / Tondela: GNR de Viseu desenvolve a sua atividade num quadro de particular exigência e risco

Tondela: GNR de Viseu desenvolve a sua atividade num quadro de particular exigência e risco

A cerimónia militar que assinalou o 14.º aniversário do Comando Territorial da GNR em Viseu (atual designação) e os 104 anos de presença ininterrupta da Guarda Nacional Republicana no distrito de Viseu juntou na manhã desta sexta-feira (30 de junho), largas centenas de pessoas, no centro da cidade de Tondela.

As celebrações do aniversário arrancaram no início da semana e encerram já amanhã, com várias atividades dirigidas a toda a população.

“A semana e os dias que temos vivido em Tondela são o reflexo daquilo que nós queremos que seja a relação entre o Município e a Guarda, uma relação de proximidade, de cumplicidade e acima de tudo de defesa dos nossos cidadãos. Obrigado pela vossa presença e agradecer, de forma penhorada, a honra que deram a Tondela por comemorarem aqui o vosso aniversário”, afirmou a presidente da Câmara de Tondela, Carla Antunes Borges.

Na cerimónia militar, realizada a meio da manhã, na Rua Comendador Alberto Cardoso de Matos, participaram inúmeros militares da força de segurança, representando as várias unidades da GNR no distrito de Viseu.

Nesta sessão, o coronel Vítor Assunção, comandante do comando territorial de Viseu da GNR, começou por agradecer à Câmara Municipal de Tondela todo o apoio nas comemorações do aniversário da força policial no distrito viseense.

“Celebramos hoje o 14º aniversário do Comando Territorial de Viseu, com a atual designação, contudo, a nossa história é imensa e cheia de significado”, disse o coronel Vítor Assunção, acrescentando que a GNR está em Viseu e Tondela desde 1919.

“Com esta singela cerimónia assinalamos mais um ano de presença ininterrupta da GNR no distrito de Viseu, procurando, assim, honrar o legado do passado, determinados no presente e com os votos renovados de compromisso com o futuro”, afirmou.

“É justamente com este enfoque que diariamente os 933 militares e os 55 funcionários civis, que integram este comando territorial, integrados em sete destacamentos e 30 postos territoriais, desenvolvem a sua atividade num quadro de particular exigência e risco, determinados em garantir a segurança e o pleno exercício dos direitos, liberdades e garantias de todos os cidadãos que juraram proteger”, realçou.

O comandante da GNR de Viseu garantiu ainda que a força policial vai estar sempre pronta “para dar resposta às permanentes solicitações decorrentes da difícil e exigente missão” que a força de segurança tem “de conferir segurança e apoio às populações”.

No último ano a GNR de Viseu fez mais de 68 mil patrulhas que colminaram na detenção de mais 1200 pessoas. As participações por violências doméstica continuam a ser as mais participadas, referiu Vitor Assunção.

Já o tenente-general Santos Correia, comandante-geral da GNR, defendeu que a efeméride celebrada hoje “além de recordar as origens e tradições desta unidade constitui uma sentida e sincera homenagem a todos quanto nela serviram”.

“Aproveito este momento para, uma vez mais, demonstrar o meu apreço e testemunhar que o efetivo deste comando territorial tem sabido elevar bem alto o mote da sua divisa. Através do exemplar espírito do bem servir, dedicação e brio têm os militares e civis do comando territorial de Viseu zelado diariamente pelo cumprimento das missões que lhe são cometidas por forma a robustecer a segurança interna, perante os desafios e anseios impostos pelas comunidades que em nos muito honra servir”, defendeu.

Celebrações a chegar ao fim

As comemorações da GNR no distrito terminam amanhã, sábado, com um concerto com a Banda Sinfónica da GNR. O espetáculo está marcado para as 21h30, no anfiteatro da ACERT. A entrada é livre e gratuita, mas sujeita à aquisição de bilhetes, que estão disponíveis em www.bol.pt e na bilheteira da ACERT.

No edifício da Câmara Municipal de Tondela a população pode ver até hoje uma exposição histórica composta por meios que a Guarda Nacional Republicana tem utilizado desde que foi fundada em 1911.

Ontem, decorreu, na Igreja Matriz, uma cerimónia religiosa que foi presidida pelo Bispo de Viseu D. António Luciano. Na quarta-feira, o Parque Urbano foi palco da iniciativa “A Guarda no Parque”, uma demonstração de meios e atividades da força policial destinadas a toda a comunidade.

História
A GNR chegou ao distrito de Viseu e, em particular, a Tondela em 1919. Atualmente, a força policial está presente em todos os 24 concelhos do distrito, com responsabilidade em 99% da sua área, um território com mais de 4.980 quilómetros quadrados, servindo mais de 300 mil habitantes.

Em Tondela, a Guarda Nacional Republicana tem dois postos, um em Tondela e o outro em Campo de Besteiros. No total, a força policial possui no concelho tondelense um efetivo composto por 46 elementos.

 

Pode ver também

“PALÁCIO DO GELO FASHION SHOW 2024”

Viseu, 22 de abril de 2024 – O Palácio do Gelo Shopping, em Viseu, celebrou …

Comente este artigo