Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Quinta da Cruz, em Viseu, reabre com instalação de Pedro Cabrita Reis

Quinta da Cruz, em Viseu, reabre com instalação de Pedro Cabrita Reis

A Quinta da Cruz – Centro de Arte Contemporânea de Viseu reabre na segunda-feira ao público com a instalação “I dreamt your house was a line”, do artista contemporâneo Pedro Cabrita Reis, que chegou a estar prevista para março.

Segundo a Câmara de Viseu, a inauguração em 13 de março foi cancelada devido à pandemia do novo coronavírus. A partir de segunda-feira, quem quiser visitar a instalação terá de se inscrever previamente e utilizar máscara.

Esta será a primeira vez que o autor expõe a solo em Viseu.

A autarquia explica que esta obra foi concebida em 2003, para a University Art Gallery of Massachusetts, Dartmouth (EUA), e, desde então, viajou por diferentes pontos da Europa, integrando a Coleção de Serralves em 2017.

Segundo Cabrita Reis, em Viseu, a reinstalação da escultura na casa principal da Quinta da Cruz acrescenta uma “mais-valia muito particular à obra”, pondo em evidência outra “liberdade criativa”.

Isto porque, pela primeira vez, o desenho das luminárias na parede é “livre e solto”, não obedecendo a uma geometria ortogonal e “rompendo com as estruturas de anteriores instalações”, acrescenta.

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, considera que “esta reabertura traz consigo um nome maior da arte contemporânea portuguesa, colocando mais uma vez Viseu no roteiro dos principais centros de arte contemporânea fora de Lisboa e Porto”.

“Em Viseu, estamos a reabrir os sete museus municipais, adotando um plano de prevenção e segurança conforme as melhores práticas”, frisou.

No entender do vereador da Cultura, Jorge Sobrado, “esta exposição torna a reabertura da Quinta da Cruz especialmente feliz e inspiradora”, confirmando “o valor e o potencial” deste espaço enquanto “polo de descentralização cultural no país”.

A autarquia avisa que, além de as visitas exigirem inscrição prévia, o uso de máscara e o cumprimento da distância social aconselhada pela Direção-Geral da Saúde, “apenas poderão circular oito pessoas de cada vez”, no máximo.

 

Pode ver também

Depressão Hortense. Chuva e vento forte com rajadas que podem chegar aos 120 km/h

Portugal continental vai ser afetado esta quinta e sexta-feira por chuva e vento forte e …

Comente este artigo