Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Mangualde lança plataforma para apoio social ao voluntariado

Câmara de Mangualde lança plataforma para apoio social ao voluntariado

A Câmara Municipal de Mangualde lançou uma plataforma de apoio social ao voluntariado para ajudar a dar resposta a “quem sente mais o impacto” da pandemia da covid-19.

“Estamos juntas/os – Linha de Apoio Social ao Voluntariado” é uma iniciativa lançada pela Câmara Municipal de Mangualde para ajudar quem mais sente o impacto da covid-19, limitando as suas vidas. Tem como principal objetivo dar resposta a esta nova realidade, com base em ações de voluntariado e de solidariedade, para apoiar quem mais precisa”, lê-se num comunicado de imprensa.

O executivo explica que se trata de “uma plataforma ‘online’ de apoio ao voluntariado e funciona como um elo de ligação entre a oferta e a procura de oportunidades de voluntariado, apoiando o recrutamento de voluntários e o seu enquadramento”.

“O país vive um momento delicado, devido ao surto de doença por coronavírus SARS-COV-2, agente causal da covid-19. Numa altura em que o medo, as limitações e o isolamento social imperam, a vontade de ajudar o próximo deve sobressair”, desafia o presidente da Câmara.

Elísio Oliveira defende ainda que “o voluntariado é, assim, uma via para quem quer dar esse apoio e para quem promove esse suporte”, e esclarece que “os voluntários têm direito a receber apoio no enquadramento, seguro de voluntário e equipamento individual de proteção”.

Segundo explica o documento, a candidatura vai diretamente para a coordenação de voluntários/as da rede social de Mangualde, que analisa a candidatura e encaminha para a área de interesse do candidato.

O primeiro passo é o preenchimento do formulário que está na página da internet da autarquia (https://www.cmmangualde.pt/plataforma-online-estamos-juntas-os-linha-de-apoio-social-ao-voluntariado).

Segundo o documento, os candidatos deverão ter mais de 18 anos e menos de 50; capacidade empática; capacidade de iniciativa; capacidade de trabalhar em equipa e disponibilidade para exercer no mínimo quatro horas semanais.

Os voluntários deverão também ser responsáveis, comunicativos e não podem pertencer aos considerados grupos de risco.

 

Pode ver também

COVID-19: Vila Nova de Paiva – Mais Um Caso Positivo

Segundo confirmação do Presidente do Município de Vila Nova de Paiva, José Morgado, esta quarta-feira, …

Comente este artigo