Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Direção-Geral da Saúde ajuda-o a “sobreviver” ao frio

Direção-Geral da Saúde ajuda-o a “sobreviver” ao frio

No período outono/inverno ocorrem com frequência temperaturas baixas. Em situações de frio intenso são produzidas alterações no organismo que facilitam o aparecimento de doenças como a gripe, a pneumonia, a bronquite e o agravamento das doenças crónicas.

No sentido de prevenir os efeitos negativos do frio intenso na saúde, a Direção-Geral da Saúde (DGS) integra no Plano de Contingência Saúde Sazonal o Módulo Inverno, em vigor de 1 de outubro de 2017 a 30 de abril de 2018.

Pretende-se com este Plano prevenir ou minimizar os efeitos negativos do frio extremo e das infeções respiratórias, nomeadamente da gripe, na saúde da população em geral e dos grupos mais vulneráveis em particular.

Pretende-se ainda prevenir a ocorrência de outros acontecimentos que causam prejuízo para a saúde, concretamente, os acidentes rodoviários, quedas devido ao gelo, incêndios e intoxicações por monóxido de carbono devido ao uso incorreto ou mau funcionamento de lareiras ou de outros sistemas de aquecimento.

Algumas pessoas são mais vulneráveis aos efeitos do frio intenso, exigem atenção especial e medidas específicas de proteção, nomeadamente:

  • Crianças nos primeiros anos de vida;
  • Pessoas com 65 ou mais anos ou com mobilidade reduzida;
  • Portadores de doenças crónicas;
  • Pessoas que desenvolvem atividade no exterior, expostas ao frio;
  • Praticantes de atividade física no exterior, expostos ao frio;
  • Pessoas que consomem álcool em excesso ou drogas ilícitas;
  • Pessoas isoladas ou em carência social e económica.

Recomendações gerais:

  • Manter o corpo hidratado e quente;
  • Manter a pele hidratada, principalmente mãos, pés, cara e lábios;
  • Manter a temperatura da habitação entre  18ºC e 21ºC;
  • Se não conseguir aquecer todas as divisões da casa, tente manter uma divisão quente durante o dia e aqueça o quarto antes de se ir deitar;
  • Se utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos de aquecimento a gás mantenha a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases nocivos à saúde, evitando os acidentes por monóxido de carbono que podem causar intoxicação ou morte;
  • Não utilizar fogão a gás, forno ou fogareiro a carvão para aquecer a casa. Também não deve utilizar equipamentos de aquecimento de exterior em espaços interiores;
  • Evitar dormir/descansar muito perto da fonte de calor;
  • Promover uma boa circulação de ar, não fechando completamente as divisões da casa, mas evitar as correntes de ar frio;
  • Manter sob vigilância a utilização de botijas de água quente, para evitar o risco de queimadura.

Alimentação durante um período de frio:

  • Fazer refeições mais frequentes encurtando as horas entre elas;
  • Dar preferência a sopas e a bebidas quentes, como leite ou chá;
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e antioxidantes (por exemplo, frutos e hortícolas), pois contribuem para minimizar o aparecimento de infeções;
  • Fazer uma alimentação variada e saudável, evitando alimentos fritos, com muita gordura ou açucarados;
  • Evitar bebidas alcoólicas que provocam vasodilatação com perda de calor e arrefecimento do corpo.

Outras medidas de prevenção:

  • vacinação contra a gripeé a principal medida de prevenção da gripe
  • Para além da vacinação contra a gripe, são essenciais:
    • A higiene das mãos;
    • Etiqueta respiratória(tossir/espirrar para  o antebraço)
    • No caso de estar com alguma infeção respiratória aconselha-se o distanciamento social.
  • Utilização preferencial da Linha808 24 24 24 como primeiro contacto com os serviços de saúde;

 

 

 

 

Pode ver também

Durante este ano a autarquia de Castro Daire já destruiu 120 ninhos de vespa asiática

A Câmara Municipal de Castro Daire, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, durante este …

Comente este artigo