Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Secretário de Estado mete cunha para favorecer empresa de ex-sócio. Câmara de Viseu admite pressões
João Paulo Rebelo - Secretário de Estado da Juventude e do Desporto

Secretário de Estado mete cunha para favorecer empresa de ex-sócio. Câmara de Viseu admite pressões

João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto, é acusado de ter pedido ao presidente da Câmara de Viseu, enquanto coordenador da Covid-19 na região Centro, para «potenciar» a empresa do seu ex-sócio e contratualizar com aquela, para que fosse a mesma a fazer os testes em toda a região, escreve o “Correio da Manhã” (CM).

De acordo com o “CM”, há, pelo menos, mais duas empresas com capacidade para fazê-lo. Porém, a decisão fez-se por ajuste directo.

A Câmara de Viseu enviou, entretanto, um e-mail a admitir as pressões por parte do governante. «Nos últimos dias temos vindo a ser abordados pelo Dr. João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto, na qualidade de coordenador Covid-19 na Região Centro […] quanto à possibilidade de fazermos uma parceria com custos repartidos entre Estado Central e as Autarquias para fazer testes nas nossas IPSS.

Disse que estaria disponível, aguardo valores e disponibilidades diárias», escreveu o autarca Almeida Henriques. «Trata-se de potenciar o laboratório do Dr. João Cotta – ALS, a fazer análises em seis horas para o Hospital de S. Teotónio e quem tem possibilidade de incrementar para 300 testes dia e num futuro próximo 1000, algo que será importante para nós», acrescentou.

Em declarações ao “CM”, Almeida Henriques confirmou o teor da comunicação, que «estranha ser do conhecimento público», mas assegurou desconhecer qualquer relação entre o laboratório e o governante. «Nos processos de concursos preocupo-me com os do município. Também não tenho de conhecer as relações interpessoais», disse.

O jornal revela que João Paulo Rebelo foi sócio do vice-presidente da Assembleia Municipal de Viseu, João Fernando Cotta, durante quase dois anos na empresa Legenda Transparente. O terceiro sócio do grupo era Francisco Manuel Gameiro dos Santos, um dos administradores do grupo Lena, que saiu dois dias antes de entrar no Governo.

 

Pode ver também

Obras no Bairro Municipal de Viseu arrancam esta semana

A Câmara de Viseu inicia na esta semana as obras de requalificação do Bairro Municipal, …

Comente este artigo