Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Reunião do Opus Dei põe mais de 250 pessoas em quarentena e provocou uma morte

Reunião do Opus Dei põe mais de 250 pessoas em quarentena e provocou uma morte

O encontro de doze padres do movimento Opus Dei, em Arcozelo, Vila Nova de Gaia, colocou mais de 250 pessoas em quarentena, ou seja, todas as que, por alguma razão, contactaram com as quase duas dezenas de contágios originados a partir do referido retiro espiritual, avança o CM.

O mais grave de tudo foi mesmo a morte, vítima de Covid-19, da mãe do monsenhor Manuel Joaquim Fernandes, pároco de Ribeirão, arciprestado de Vila Nova de Famalicão. Maria de Lurdes Rocha tinha 98 anos de idade e o filho foi o único dos seis sacerdotes infetados que teve de ser internado.

Segundo o CM, desses seis sacerdotes (Celestino Cunha, de Mangualde, Manuel Vilar, de Viana do Castelo, Geraldo Morujão, de Viseu, Nuno Amador, de Sátão, João Feliciano, de Leiria, e Manuel Fernandes, de Famalicão) já nenhum apresenta quaisquer sintomas da doença.

Mesmo o pároco de Ribeirão, que esteve mais de uma semana internado no hospital local, já se encontra “aparentemente” recuperado.

Notícia relacionada.

 

Pode ver também

Hospital de Viseu avança com obras nas urgências após “luz verde” do Tribunal de Contas

O Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV) vai avançar com a requalificação do serviço de urgência, …

Comente este artigo