Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Região Dão Lafões apresenta mais de 40 eventos entre julho e setembro

Região Dão Lafões apresenta mais de 40 eventos entre julho e setembro

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões apresentou mais de 40 eventos culturais nos 14 municípios, a acontecerem entre julho e setembro, no âmbito da Rede Cultural, num investimento superior a 250 mil euros.

“Esta programação da Rede Cultural Viseu Dão Lafões é resultado de um trabalho de colaboração entre a CIM e os agentes culturais e artísticos da região e das propostas que chegaram”, na sequência de uma “convocatória aberta”, e “em articulação com os 14 municípios”, disse Nuno Martinho, secretário executivo da CIM.

Nuno Martinho, que falava na sessão de apresentação da programação para este verão, sublinhou ainda que “todos os espetáculos irão cumprir todas as regras sanitárias e medidas da Direção Geral da Saúde (DGS)”, sendo a sua realização avaliada concelho a concelho.

“Era mais fácil baixar os braços e não fazer nada, porque estamos em pandemia, mas não quisemos isso. Trabalhámos com os agentes culturais e cada concelho fará a sua avaliação, tendo em conta a pandemia no seu território, para a realização do espetáculo conforme a atual agenda” ou em função de reagendamentos, acrescentou.

A palavra “cancelado, não faz parte do vocabulário” e o que “poderá acontecer é suspender e reagendar”, salientaram igualmente os autarcas presentes na sessão.

A programação deste verão desta rede cultural, cofinanciada por fundos comunitários, através do programa operacional Centro 2020, conta com um investimento superior a 250 mil euros e envolve cinco entidades culturais.

Zé Mágico é quem dá o pontapé de saída com o espetáculo “Le Magicien”, em 09 de julho, em Santa Comba Dão, seguindo depois para mais 11 concelhos da CIM Viseu Dão Lafões (este é o artista que marcará presença no maior número de municípios da região).

O Teatro Montemuro apresenta-se em 10 de julho, em Vouzela, com “Mentira a quanto obrigas” e depois viaja para mais sete concelhos, até ao final de setembro, e a Contracanto – Associação Cultural estará em quatro concelhos, começando em Penalva do Castelo, em agosto, com o espetáculo “Só queria que me saísse… Dão!”.

A ACERT apresenta “Desafios”, no mês de agosto, em Vouzela, São Pedro do Sul e Mangualde e a AMAD – Associação de Música e Artes do Dão, com “Bandas Filarmónicas Lab”, levará música a cinco concelhos, no mês de setembro.

As datas específicas dos eventos e os locais, uma vez que “há alguns eventos que se realizam fora da sede de concelho e vão percorrer freguesias”, serão atualizadas na página da internet da Rede Cultural Viseu Dão Lafões.

Nuno Martinho destacou ainda o facto de os espetáculos “serem pensados e trabalhados para acontecerem maioritariamente ao ar livre, cerca de 90% deles, apesar de serem controlados os acessos e a obrigatoriedade da higienização” individual e não se limitam às sedes dos concelhos – “alguns acontecem em diferentes freguesias”.

A Rede Cultural Viseu Dão Lafões iniciou a sua programação regular em 01 de junho de 2013 (não se realizou em 2020) e, “mais do que um espetáculo cultural, são, sem dúvida, um gancho muito importante na atração dos territórios”.

“A CIM e os seus municípios veem, há muitos anos, a cultura não como um custo, mas um investimento nos territórios, nas pessoas e nos públicos e, mais ainda em tempos de pandemia, onde a cultura tem um papel muito importante para devolver às pessoas o que a pandemia tem retirado”, sustentou Nuno Martinho.

 

Pode ver também

Tabuaço: freguesia de Paradela e Granjinha perdeu mais de 40% da população em 10 anos

Paradela e Granjinha, no concelho de Tabuaço e distrito de Viseu, perdeu 45% da sua …

Comente este artigo