Home / Notícias / PJ detém suspeito de dez fogos florestais em Vila Nova de Paiva

PJ detém suspeito de dez fogos florestais em Vila Nova de Paiva

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje que deteve um homem de 38 anos por ser suspeito de ter ateado dez incêndios florestais entre julho e setembro.

Em comunicado de imprensa enviado à agência Lusa, a PJ explicou que deteve um homem, de 38 anos, solteiro, padeiro, pela presumível prática de dez crimes de incêndio florestal, ocorridos nos meses de julho e setembro, do corrente ano.

“O suspeito, com uso de chama direta, ateou os incêndios na floresta, em zona com vasta mancha florestal, com continuidade vertical e horizontal, confinante com a zona urbana”, descreveu a PJ.

Os incêndios “teriam proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos meios de combate” e ocorreram nas localidades de Touro e Vila Cova à Coelheira, concelho de Vila Nova de Paiva, distrito de Viseu.

“A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, habitações e floresta”, referiu a PJ, que disse que o homem será “presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por convenientes”.

A detenção foi efetuada pela PJ, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Núcleo de Proteção do Ambiente da GNR de Moimenta da Beira, do Posto da GNR de Vila Nova de Paiva e do Grupo de Trabalho para a Redução de Ignições em Espaço Rural do Centro.

 

Pode ver também

Lamego acolhe workshop sobre segurança contra incêndios

Uma plateia atenta encheu por completo o auditório do Centro Multiusos de Lamego para assistir …

Comente este artigo