Home / Notícias / Parceria entre CIM Viseu Dão Lafões e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana vai disponibilizar 569 casas para arrendamento acessível  

Parceria entre CIM Viseu Dão Lafões e Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana vai disponibilizar 569 casas para arrendamento acessível  

Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) assinaram hoje o protocolo de cooperação “Projetos de Habitação a Custos Acessíveis de Viseu Dão Lafões”. Esta colaboração estratégica vai disponibilizar 569 casas para arrendamento a custos acessíveis, representando um marco significativo no combate às dificuldades de acesso à habitação na região.

O protocolo, celebrado no Mercado Velho de Tondela, abrange investimentos para a construção de novos edifícios, aquisição para reabilitação e reabilitação de habitações públicas. As casas resultantes da iniciativa são uma resposta às atuais dificuldades que as famílias da região sentem no acesso à habitação, geradas pelo aumento dos preços, à semelhança do que acontece em todo o território nacional.

O investimento total estimado para estas operações é de quase 90 milhões de euros (87.215.091€), financiados pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). Prevê-se que as obras decorram entre 2024 e 2025, com a assinatura dos contratos de arrendamento a acontecer até junho de 2026. As habitações serão entregues a famílias que não encontram resposta no mercado tradicional, por incompatibilidade entre os seus rendimentos e os valores de renda praticados.

Fernando Ruas, Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, destaca o impacto positivo que esta parceria terá nas famílias da região, afirmando: “Este protocolo marca um avanço muito importante na promoção de soluções habitacionais acessíveis para as famílias do território de Viseu Dão Lafões. Numa altura em que as dificuldades de acesso à habitação são uma preocupação crescente no país, esta iniciativa reflete uma aposta séria, tanto da administração central como local, em enfrentar e dar resposta a este desafio, oferecendo soluções concretas e acessíveis às famílias.”

Carla Borges, Presidente da Câmara Municipal de Tondela, referiu que “este importante protocolo vai permitir que os municípios possam, em conjunto com o IHRU, alcançar aquilo que na minha perspetiva é um desígnio de todos, a promoção de habitação mais acessível, habitação condigna em função das necessidades dos nossos cidadãos e, por isso, desejo que esta cerimónia se traduza num desígnio de futuro, numa missão coletiva e que possa ser um dos passos que vamos dar na persecução desse objetivo”.

Para Fernando Almeida, Vogal do Conselho Direto do IHRU, o dia de hoje é o resultado de quase sete meses de trabalho, com o intuito de termos casas para as pessoas. Temos como meta entregar as casas em junho de 2026, falta pouco mais de dois anos. Vai ser um trabalho muito duro e de proximidade, a minha vinda hoje aqui é para dizer que podem contar com o IHRU nesta missão“.

Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, sublinha o compromisso conjunto das partes envolvidas: “Este esforço conjunto entre a CIM Viseu Dão Lafões e o IHRU, em estreita colaboração com os 14 municípios associados da Comunidade Intermunicipal, sela o compromisso de todas as partes em garantir o acesso a habitação digna e acessível para todos os cidadãos da região. A habitação é um direito inalienável e com este protocolo a CIM está a fazer o seu papel de garantir que é cumprido no nosso território”.

 

Pode ver também

Rosa Quinteiro é a vencedora do prémio literário Cónego Albano Martins de Sousa.

Com a obra “Poemas do Caderno Azul” a escritora é pela segunda vez galardoada, numa …

Comente este artigo