Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Painel de azulejos do chafariz de São Francisco em Viseu candidato a “Classificação do Património”

Painel de azulejos do chafariz de São Francisco em Viseu candidato a “Classificação do Património”

A Câmara Municipal de Viseu avançou com a requalificação integral do chafariz de São Francisco, que apresenta um painel de azulejos que data da década de 1930 e que sofreu obras de restauro nos últimos três meses.

O autarca Almeida Henriques, fez questão de destacar que o executivo tem tido “a preocupação de salvaguardar o património, quer imaterial, quer material, e, por isso, “ainda este mês, segue o procedimento administrativo tendente à classificação” do painel do chafariz de São Francisco.

“A classificação do património é uma dupla salvaguarda, realça o autarca, salientando que, por um lado, permite que em intervenções futuras sejam sempre salvaguardados os elementos históricos e patrimoniais e por outro lado, permite também dar uma outra dimensão à própria divulgação do património.

O painel de São Francisco é da década de 1930 e é uma obra do capitão Almeida Moreira, que selecionou os azulejos e desenhou o banco que compõe o painel. Ficou eternizado pelo filme “Amor de Perdição”, rodado em Viseu, e inspirado na obra de Camilo Castelo Branco.

Este painel é constituído por cerca de 800 azulejos e todo ele foi intervencionado, sendo que “10% são réplicas, a maioria da zona inferior que estava muito desgastada pelo próprio uso.

Um investimento que o presidente da Câmara não considerou “de um valor muito elevado, embora face àquilo que foi feito não se pode dizer que seja um valor despiciente”, uma vez que em causa esteve um “investimento de 12.750 euros”.

A próxima prioridade da autarquia nesta questão, explicou o vereador da Cultura, é o painel azulejar da Casa Museu Almeida Moreira, que tem “coleções do século XVIII” e, enquanto não são restaurados, “já foram feitos trabalhos de limpeza e de salvaguarda preventiva da casa” de forma a “respeitar o legado do capitão.

Jorge Sobrado adiantou que também em curso está o diagnóstico para a intervenção no painel do Rossio, estando a autarquia a aguardar o relatório da Direção Regional de Cultura do Centro com os “procedimentos a seguir no restauro e prevenção dos azulejos que datam da primeira metade do século XX”.

 

Pode ver também

Divisão de Honra 2020/2021 – A.F.Viseu – 7ª Jornada

Este próximo domingo, 25 de outubro, pelas 15h00, joga-se a 7ª jornada da Divisão de …

Comente este artigo