Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Região de Viseu e Dão Lafões capacita profissionais do turismo para bem receberem

Região de Viseu e Dão Lafões capacita profissionais do turismo para bem receberem

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões entrega esta quinta-feira ‘toolkits’ a cerca de 40 profissionais do turismo que participaram numa formação para capacitar a arte de bem receber e harmonizar o território, disse um responsável.

“Há aqui uma componente grande de capacitação de quem está no terreno neste território. Estão mais capacitados para receber o turista, como os acolher e, no fundo, para haver uma harmonização do território na arte de bem receber e colocar os profissionais a trabalhar em rede”, afirmou à agência Lusa o secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões.

Nuno Martinho referiu que, nesta quinta-feira, cerca de 40 profissionais, “sejam do [do setor] público ou do privado” vão receber, num ‘webinar’, um ‘toolkit’ no domínio do bem receber, na “Hospitalidade e Estruturação Turística”.

“É uma ferramenta de trabalho técnica para ser utilizada por quem recebe no nosso território, no domínio do turismo cultural e patrimonial e fundamentalmente tem três a quatro grandes áreas de atuação”, explicou.

A hospitalidade e o atendimento ao público, com “orientações de como receber o turista” – adiantou – e a componente de como criar trabalho em rede e parceria, “com base nesta rede patrimonial e na oferta integrada e na estruturação de oferta” do território da CIM Viseu Dão Lafões.

“Instruções de sinalização turística, instruções na comunicação ‘online’, ‘offline’ e na ativação do destino” e “como deve ser a presença digital” são as restantes áreas de atuação deste “guia de boas práticas para a promoção e divulgação dos recursos patrimoniais” da região.

A formação, em que participaram cerca de 40 profissionais, começou em novembro do ano passado, num formato ‘online’, “porque era fundamental no território esta capacitação dos agentes que estão no terreno” da área Viseu Dão Lafões.

“O roteiro patrimonial é exatamente para o território trabalhar em rede numa oferta turística integrada” e, por isso, “era fundamental capacitar os profissionais depois de criado este roteiro”, que foi trabalhado com todos os municípios da região.

Nuno Martinho indicou que, recentemente, foi traçado “um roteiro patrimonial em que cada um dos municípios identificou os equipamentos que são diferenciadores, para fazer um mapeamento e assim constituir um roteiro patrimonial”.

Este responsável lembrou que a CIM “tem vindo a trabalhar os produtos integrados de base intermunicipal” onde, entre outros, destacou a “gastronomia e vinhos, o enoturismo e a questão do Turismo Natureza, muito ancorado na ecopista do Dão e na futura ecopista do Vouga”.

Daqui a duas semanas, está prevista “uma capacitação dentro do projeto de enoturismo”, que engloba a Rota do Dão e, nesse sentido, a CIM está a “trabalhar com as quintas do território e que constituem a região demarcada do Dão”.

Integram a CIM Viseu Dão Lafões os concelhos de Aguiar da Beira distrito da Guarda), Carregal do Sal, Castro Daire, Mangualde, Nelas, Oliveira de Frades, Penalva do Castelo, São Pedro do Sul, Santa Comba Dão, Sátão, Tondela, Vila Nova de Paiva, Viseu e Vouzela.

 

Pode ver também

Tabuaço: freguesia de Paradela e Granjinha perdeu mais de 40% da população em 10 anos

Paradela e Granjinha, no concelho de Tabuaço e distrito de Viseu, perdeu 45% da sua …

Comente este artigo