Home / Notícias / GNR deteve dois homens por caça em área de proteção em São João da Pesqueira

GNR deteve dois homens por caça em área de proteção em São João da Pesqueira

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Moimenta da Beira, deteve dois homens de 60 e 63 anos, por caça em área de proteção, no concelho de São João da Pesqueira, refere nota da GNR

No decorrer de uma ação de prevenção e fiscalização ao exercício do ato venatório, os elementos do NPA detetaram os suspeitos a praticar o ato venatório a menos de 500 metros de um estabelecimento industrial, sendo considerada área de proteção, motivo que levou às detenções em flagrante.

No decorrer da ação policial foram apreendias duas caçadeiras e quatro munições.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Moimenta da Beira.

A GNR relembra que entre outros locais, constituem áreas de proteção (áreas onde o exercício da caça pode causar perigo para a vida, saúde ou tranquilidade das pessoas ou constitui risco de danos para os bens) os seguintes locais: Praias de banho, terrenos adjacentes a estabelecimentos de ensino, hospitalares, prisionais ou tutelares de menores, científicos, lares de idosos, instalações militares ou de forças de segurança, estabelecimentos de proteção à infância, estações radioelétricas, faróis, portos marítimos e fluviais, aeroportos, instalações turísticas, parques de campismo e desportivos, instalações industriais e de criação animal, bem como quaisquer terrenos que os circundem, numa faixa de proteção de 500 metros; povoados numa faixa de proteção de 250 metros; as estradas nacionais (EN), os itinerários principais (IP), os itinerários complementares (IC), as auto-estradas, as estradas regionais das Regiões Autónomas (ER) e as linhas de caminho de ferro numa faixa de proteção de 100 metros.

 

Pode ver também

Viseu: Obras na feira semanal vão avançar este ano

As obras de requalificação do recinto da feira semanal deverão arrancar ainda este ano 2024, …

Comente este artigo