Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Ferrovia: Início da obra no troço Santa Comba Dão – Mangualde

Ferrovia: Início da obra no troço Santa Comba Dão – Mangualde

A empreitada envolve a requalificação integral de um troço com cerca de 40 quilómetros, melhorando as condições de segurança e circulação. Com esta consignação a modernização da Linha da Beira Alta encontra-se integralmente em construção.

Foi consignada a empreitada de modernização do troço da Linha da Beira Alta entre Santa Comba Dão e Mangualde, um procedimento legal que marca o arranque dos trabalhos com um prazo de execução de 760 dias.

Com um investimento de 57,6 milhões de euros, esta obra é desenvolvida no âmbito do Programa de modernização da Rede Ferroviária Nacional – Ferrovia2020

A empreitada que agora tem início envolve a requalificação integral do troço com cerca de 40 quilómetros, entre as Estações Ferroviárias de Santa Comba Dão e Mangualde, dotando a via-férrea de maior capacidade operacional e melhores condições de segurança e circulação, beneficiando não só o transporte de mercadorias como também as viagens de comboio de passageiros nas ligações inter-regionais.

Os trabalhos englobam a substituição integral da superestrutura de via, com utilização de travessas monobloco polivalentes em betão, cujo perfil permite, de uma forma rápida e económica, a alteração da posição dos carris caso no futuro a Rede ferroviária em Espanha efetue a conversão de bitola. 

Nas estações de Santa Comba Dão, Oliveirinha e Nelas, será efetuada a alteração do layout – disposição das Linhas que servem a Estação Ferroviária – por forma a assegurar o cruzamento de comboios de 750 metros de comprimento. Esta alteração assegurará a otimização das condições de exploração e operação ferroviária ao dispor dos operadores de transporte de mercadorias, permitindo a circulação de um maior número de comboios e com maior capacidade de carga.

Está ainda prevista a supressão da Passagem de Nível de Moimenta Alcafache, com a construção do respetivo desnivelamento, melhorando as condições de segurança ferroviária e rodoviária no atravessamento sobre a via-férrea.

Modernização da Linha da Beira Alta está integralmente em construção

Com o início desta empreitada, a IP está atualmente a realizar obras de requalificação integral e modernização em cerca de 190 quilómetros da Linha da Beira Alta:

•    Pampilhosa – Santa Comba Dão (34 quilómetros) e Construção da Concordância da Mealhada: ligação com 3,2 quilómetros, entre a Linha do Norte e a Linha da Beira Alta | Valor de adjudicação 75M€;
•    Santa Comba Dão – Mangualde (45 quilómetros) | Valor de adjudicação 57,6 milhões de euros;
•    Mangualde – Celorico da Beira (35 quilómetros) | Valor de adjudicação 68 milhões de euros;
•    Celorico da Beira – Guarda (46 quilómetros) | Valor de adjudicação 54 milhões de euros;
•    Cerdeira – Vilar Formoso (25 quilómetros | Valor de adjudicação 43 milhões de euros.

Concluída foi já a empreitada entre a Guarda e Cerdeira, com 14 quilómetros, num investimento de 8,7 milhões de euros.

Este conjunto de intervenções reveste-se de elevada importância na requalificação do caminho-de-ferro em Portugal, integradas no Corredor Internacional Norte, e cuja concretização potenciará a dinamização do transporte ferroviário nas ligações inter-regionais e na ligação a Espanha.

A Linha da Beira Alta, principal ligação ferroviária à Europa, faz parte da rede “core” da Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T) e integra o Corredor Ferroviário de Mercadorias nº 4. 

No quadro do Plano de Investimentos Ferrovia 2020, a Ligação Porto/Aveiro – Vilar Formoso (através da Linha da Beira Alta) é definida como um projeto prioritário que visa reforçar a ligação do Norte e Centro de Portugal com a Europa, por caminho-de-ferro, de modo a viabilizar um transporte ferroviário de mercadorias eficiente, potenciando o aumento da competitividade da economia nacional.

A “Empreitada do Troço Santa Comba Dão – Mangualde” integra a Ação 2015-PT-TM-0395-M – Linha da Beira Alta (Pampilhosa-Vilar Formoso: Projeto e Obra, aprovada ao abrigo do Programa CEF (Mecanismo Interligar a Europa) com uma taxa de cofinanciamento de 85%.

 

Pode ver também

V.N.Paiva – 1ª Reunião de Câmara do Novo Executivo

Realizou-se na manhã desta sexta-feira, 22 de outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de …

Comente este artigo