Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Doentes em cuidados intensivos aumentam na Região Centro

Doentes em cuidados intensivos aumentam na Região Centro

O número de doentes internados com covid-19 em enfermaria baixou na terça-feira nos hospitais do Centro, mas registou-se um aumento dos internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), informou hoje a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

De acordo com o relatório diário, às 23:59 de terça-feira registavam-se 1.138 internados em enfermaria (menos 25 do que na segunda-feira) e 153 em UCI (mais quatro), dos quais 104 ventilados.

Com estes números, a taxa de ocupação nas enfermarias baixou de 85% para 83% e a nas UCI aumentou de 83% para 84%.

Os hospitais da região Centro emitiram 93 altas nas enfermarias e duas nas UCI, e registaram 31 óbitos, menos 12 do que na segunda-feira. As admissões hospitalares aumentaram de 86 para 101.

No setor social, privado, militar e Estruturas de Apoio de Retaguarda encontram-se internados 80 doentes com covid-19 (menos três do que no dia anterior), em 123 camas ativas.

Segundo a ARSC, as unidades de cuidados intensivos do Centro Hospitalar de Leiria e de Tondela-Viseu são as que registam maior pressão, com 95% de ocupação, seguindo-se a Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, com 94%. Todas as outras têm uma taxa de ocupação abaixo dos 90%.

No que respeita à taxa de ocupação das enfermarias, já não há nenhuma no limite, mas no Centro Hospitalar e Universitário da Cova da Beira é de 97% e na ULS da Guarda de 95%.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.341.496 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

Pode ver também

Lamego investe 800 mil euros na requalificação de espaços públicos

A Câmara Municipal de Lamego vai avançar com obras de requalificação do espaço público do …

Comente este artigo