Home / Notícias / Deputados do PSD querem conhecer verbas para estradas de Viseu “em mau estado”
Foto CM

Deputados do PSD querem conhecer verbas para estradas de Viseu “em mau estado”

Os deputados do PSD eleitos por Viseu perguntaram ao Governo quais as verbas orçamentadas para intervenções em estradas do distrito que estão “em mau estado” e qual o cronograma para conservação e manutenção das obras já previstas.

Num requerimento enviado ao ministro das Infraestruturas, João Galamba, os deputados recordaram que “o distrito de Viseu é atravessado por um conjunto de estradas do Plano Rodoviário Nacional”, que são do “domínio público rodoviário”.

Por isso, “estão sob a jurisdição do Estado Central, estando a sua conservação e manutenção a cargo da Infraestruturas de Portugal”, lembraram.

No documento, os social-democratas enumeraram todas as estradas que consideram estar “ao abandono na região”: os itinerários principais 3 e 5, os itinerários complementares 12 e 37, as estradas nacionais 2, 16, 101, 222, 225, 226, 228, 229, 231, 232, 234, 313, 323, 329 e 333 e as estradas regionais 16, 226, 227, 228, 230, 231, 321, 323, 331, 333 e 337.

“Estas são várias das estradas em que os viseenses circulam no dia-a-dia e com as quais temos estado atentos e temos uma grande preocupação”, frisou o deputado Hugo Carvalho.

Segundo Hugo Carvalho, “infelizmente, a realidade é a existência da degradação do piso, a inexistência de sinalização viária, tanto vertical como horizontal, e milhares de quilómetros sem linhas, sem separadores”.

A “única sinalização à vista” são placas de aviso de “piso irregular”, “circulação suprimida” e “circule com cautela”, referiu, acrescentando que elas são “a evidência de que a Infraestruturas de Portugal tem conhecimento dos perigos a que estão sujeitos os cidadãos”.

Os deputados do PSD questionaram também quais as razões do incumprimento das “eternas promessas do Partido Socialista, como a ligação em perfil de autoestrada de Viseu a Coimbra ou a construção da IC 26 para Lamego, que nem projeto ainda se conhece”.

“Num distrito como o de Viseu, estradas significam educação, saúde, justiça: representam o acesso, ou a barreira, ao fundamental do nosso Estado de direito democrático”, sublinhou Hugo Carvalho.

 

Pode ver também

Câmara de Lamego distingue Núcleo da Liga dos Combatentes com Medalha de Ouro

A Câmara Municipal de Lamego vai atribuir a  Medalha de Ouro da Cidade ao Núcleo de Lamego …

Comente este artigo