Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Teatro Viriato, suspende programação até 13 de abril
Fotografia Teatro Viriato

Covid-19: Teatro Viriato, suspende programação até 13 de abril

O Teatro Viriato, de Viseu, decidiu ontem suspender a sua programação, até 13 de abril, atendendo aos riscos que o novo coronavírus pode representar para quem está nos bastidores, no palco e na plateia.

“Um teatro não é só um espelho da sua cidade e dos seus artistas, é também uma casa, um lugar ao qual podemos sempre regressar. É nessa casa que celebramos na melhor das companhias ou nos recolhemos em períodos mais solitários e difíceis”, refere, em comunicado.

Neste comunicado – dirigido ao público, aos artistas, aos amigos, aos mecenas e aos parceiros -, o Teatro Viriato explica que a decisão teve em conta as recomendações da Direção-Geral de Saúde, das autoridades nacionais e regionais competentes e do município de Viseu.

Para hoje à noite  estava previsto o espetáculo de dança “Onironauta”, de Tânia Carvalho, que chegava a Viseu depois da estreia na Maison de la Dance (Marselha, França).

Segundo o Teatro Viriato, este e outros espetáculos “serão reagendados para data futura”, e os bilhetes já adquiridos mantêm-se válidos para as novas datas ou para outros espetáculos. Há também a possibilidade de reembolso.

“Estaremos por cá, a cuidar para que este seja um lugar seguro para todos nós, a receber os artistas que, mesmo na invisibilidade, continuarão a ensaiar e a criar para a comunidade e a atender os vossos telefonemas, a trocar dois dedos de conversa e a oferecer todo apoio e conforto”, refere.

O Teatro Viriato compromete-se a manter-se ligado através das plataformas de comunicação e de divulgação.

“Procuraremos sempre alternativas para estar convosco, adaptando-nos sempre aos dias que queremos limpos e à família e amigos a quem queremos de boa saúde”, acrescenta.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

 

Pode ver também

Câmara de Viseu vai ficar responsável pelo antigo IP5, IP vai pagar 1,4 milhões de euros

A Câmara de Viseu vai ficar responsável por um troço de quase dez quilómetros do …

Comente este artigo