Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Enfermeiros recebem denúncia de vacinação indevida em IPSS de Viseu

Covid-19: Enfermeiros recebem denúncia de vacinação indevida em IPSS de Viseu

Secção Regional do Centro (SRCentro) da Ordem dos Enfermeiros (OE) recebeu denúncias de vacinação indevida contra a Covid-19 a dirigentes da Associação de Solidariedade Social de Farminhão, em Viseu.

De acordo com uma carta anónima, enviada para a SRCentro, “a administração da 1.ª dose da vacina contra a Covid-19 terá ocorrido no dia 18 de Janeiro, tendo abrangido todos os utentes e colaboradores da Unidade de Cuidados Continuados de Farminhão, uma valência da Associação de Solidariedade Social de Farminhão, uma instituição particular de solidariedade social do concelho de Viseu”.

Lamentando e condenando “veementemente” a situação relatada e outras que possam surgir, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros reencaminhou, igualmente, a missiva com a denúncia realizada.

Nesta, pode ler-se que, no referido dia, “além dos colaboradores e utentes da Unidade de Cuidados Continuados, foram também vacinados o presidente da Assembleia Geral, o presidente da Direção, a vice-presidente (filha do presidente da Direção), a vogal (esposa do presidente da Direção), o tesoureiro, o vogal e a diretora executiva”.

Além de “todas estas pessoas da direção”, a carta anónima aponta ainda que foram “também vacinadas duas funcionárias da secretaria que exercem as suas funções no edifício do lar e não na Unidade de Cuidados Intensivos”: a esposa do tesoureiro e uma mulher que, “no dia da vacinação, se encontrava de baixa há mais de um mês e veio só para receber a vacina, continuando de baixa”.

 

Pode ver também

Viseu: Padre acusado de assédio a menor defende-se em SMS para paroquianos

O pároco da Diocese de Viseu ameaça apresentar queixas-crime contra quem “mente e calunia”. A …

Comente este artigo