Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Bairros rivais do carnaval de Canas de Senhorim fazem despique ‘online’

Covid-19: Bairros rivais do carnaval de Canas de Senhorim fazem despique ‘online’

Os dois bairros rivais, Paço e Rossio, do carnaval de Canas de Senhorim, começam hoje, o despique às redes digitais, promovem concursos e o desfile de terça-feira é substituído por fogo de artifício, revelaram os responsáveis.

“Infelizmente estamos proibidos e não podemos sair com os nossos desfiles de carnaval e fazer os despiques entre os bairros, por causa da pandemia, então vamos fazer isso na internet”, afirmaram à agência Lusa os presidentes das associações do Rossio e do Paço, de Canas de Senhorim, concelho de Nelas, no distrito de Viseu.

Celeste Borges (Rossio) e Ricardo Cruz (Paço) disseram que, apesar de cada associação ter a sua página na rede social do Facebook, a partir de hoje mostram-se os dois bairros numa página, Carnaval de Canas de Senhorim, onde acontece o confronto entre os rivais.

“Até à próxima terça-feira de carnaval, a página vai ter diariamente vídeos com desfiles de anos anteriores, fotografias e, na noite de sábado, há um concerto com um DJ e na tarde de domingo vai haver conversas com vários intervenientes de todo o mundo”, contou Celeste Borges.

Esta responsável explicou que, “muitos dos canenses que tiram férias para passarem o carnaval em Canas de Senhorim, e este ano não puderam viajar, vão entrar em direto nas conversas” promovidas ‘online’ e assim o carnaval “chega a vários países”.

E é também na página do Facebook que vão ser publicadas as fotografias para participar nos dois concursos, da melhor varanda e da melhor máscara, referiram os responsáveis — “a fotografia que tiver mais ‘likes’ [gostos] será a vencedora e terá um prémio monetário”.

“Estamos a apelar à criatividade das pessoas para enfeitarem a varanda. Depois vai haver um carro, no domingo, que vai passar e filmar todas as varandas”, sendo disponibilizada “uma aplicação para as pessoas poderem seguir a viatura e assim poderem ir para a varanda mascaradas dançarem e dizer adeus para a câmara”, revelou.

Ricardo Cruz explicou que o concurso de máscaras funciona da mesma forma, “a vencedora é a que tiver mais gostos na página do Facebook” e, neste sentido, apelou a que “as pessoas sejam originais e aproveitem tudo o que tenham em casa para se mascararem”.

“A segunda-feira das Velhas, um dia muito típico no nosso carnaval, em que é feita a crítica e sátira a tudo o que viram no domingo, este ano será num direto com pessoas do Rossio e do Paço, num despique de sátira do que viram ‘online’ no domingo”, adiantaram os responsáveis que avisaram que a noite segue “com concertos na internet”.

Na terça-feira, dia 16, não haverá o tradicional despique de desfiles carnavalescos e, como “é dia de trabalho e as crianças estão em aulas”, as festividades estão agendadas para o final do dia com uma desforra de fogo de artifício.

“Vai ser lançado de vários pontos de Canas de Senhorim, porque assim ninguém sai à rua e todas as pessoas têm acesso ao espetáculo. Será um despique de som e de cor promovido pelo fogo de artifício que tem também brilho, só não tem as pessoas todas coladas umas às outras, como acontece nos desfiles de carnaval”, comparou Celeste Borges.

As festividades terminam com a “habitual batatada” em cada uma das associações e, este ano, vai acontecer “em serviço de ‘take way’, ou seja, “em vez das pessoas irem comer para a associação vão levar para casa”.

Ricardo Cruz explicou que “tem de ser feita uma inscrição e é gratuito, como sempre, cada um dá o que quiser e se assim o entender” e a ementa é “a mesma de sempre, as batatas com bacalhau e os grelos”, em cada uma das associações.

 

Pode ver também

Vouzela: inaugura sete quilómetros de ecopista requalificados com 850 mil euros

O município de Vouzela inaugurou sete quilómetros de ecopista que atravessam o concelho, três anos …

Comente este artigo