Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Centro hospitalar de Viseu com “dia histórico” ao não registar óbitos

Covid-19: Centro hospitalar de Viseu com “dia histórico” ao não registar óbitos

Na passada terça-feira foi “um dia histórico” no Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) tendo em conta que foi a primeira vez este ano que não foram contabilizados óbitos por covid-19, anunciou esta quarta-feira, o diretor clínico Eduardo Melo.

No hospital estão 116 internados, 95 em enfermaria e 21 em cuidados intensivos e é o primeiro dia em estão menos de 100 doentes enfermaria. Foi também o primeiro dia em que não houve óbitos em 2021.

A unidade de internamento de retaguarda do Fontelo, a funcionar desde 18 de janeiro num pavilhão municipal vai ser desativada, referiu Eduardo Melo.

O centro de retaguarda à Covid-19 do Fontelo, recebeu quase 90 doentes, numa altura em que o maior hospital da região centro estava acima do limite da capacidade. Como 130 camas para doentes Covid, o número de internados atingiu mais do dobro.

O diretor clínico do CHTV diz que, o hospital de retaguarda instalado no Fontelo, após o número de internamentos ter diminuído deixou de ser rentável.

O hospital de retaguarda vai ficar em prontidão, porque diz o diretor clínico do CHTV, a pandemia é uma incógnita. Atualmente há excelentes efeitos do confinamento, mas a estrutura do Fontelo vai manter-se em prontidão para uma eventual necessidade”, referiu Eduardo Melo.

Já foram também encerradas três enfermarias que estavam alocadas ao tratamento covid”, disse Eduardo Melo, que admitiu “fechar uma quarta” enfermaria ainda esta semana, “caso se mantenha o decréscimo dos números” de doentes infetados

O diretor clínico disse que apesar de considerar que o CHTV está “numa fase de recuperar a normalidade, realçou que continua “sem condições de retomar a atividade em pleno, até porque a área dos cuidados intensivos ainda se encontra sob grande pressão.

O diretor clínico do CHTV diz ainda que esta quarta-feira, na unidade hospitalar, “foi retomada a cirurgia em ambulatório, uma vez que não implica a utilização de camas de internamento.

Esta terça-feira. Foi o primeiro dia de 2021 em que não foram registados óbitos no hospital de Viseu associados à Covid-19.               

 

Pode ver também

Assembleia Municipal rejeita moção para revogação da cobertura do Mercado 2 de Maio em Viseu

A Assembleia Municipal de Viseu rejeitou uma moção, subscrita por PS, CDS, BE e CDU, pedindo …

Comente este artigo