Home / Notícias / Castro Daire integra debate sobre saúde mental no desporto no Montemuro Vertical Run

Castro Daire integra debate sobre saúde mental no desporto no Montemuro Vertical Run

O Montemuro Vertical Run, agendado para julho, tem, este ano, como tema de fundo a saúde mental, que a autarquia de Castro Daire promove, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), disse à agência Lusa um responsável.

“Quisemos trazer a debate, e mais do que isso, ao próprio evento, uma temática que possa alertar algumas mentes para este desafio em duas vertentes diferentes”, afirmou, à agência Lusa, o vereador do Turismo e Desporto.

Pedro Pontes adiantou que estas duas vertentes têm “a ver com a saúde mental no desporto” e passam pela “perspetiva do que o desporto pode contribuir, enquanto benefício para a saúde mental” dos atletas.

“E no alto rendimento, o que é que o desporto tem de fazer para evitar que haja alguns casos, como tem havido, de insucesso ou mesmo desistência por parte de atletas, face ao modo como estão a ser levados nesta lógica de rendimento”, apontou.

O vereador do Turismo e Desporto acrescentou que “este tema tem de fazer parte do Montemuro Vertical Run para alertar os atletas e a sociedade num todo”, para que “a escalada seja também um despertar e um desafio para todos”.

“Todos nós, agentes desportivos e enquanto cidadãos, podemos e devemos contribuir no combate a esta doença cada vez mais premente na nossa sociedade, que são as questões mentais”, defendeu Pedro Pontes.

Além do tema em si, prosseguiu, está também “o debate que o próprio desporto, e este de montanha, tem e/ou contribui no desenvolvimento local”, tendo em conta o exemplo do seu município.

“Cada vez mais o município de Castro Daire [distrito de Viseu] usa e vê no desporto o motor para aquilo que é o seu desenvolvimento territorial, porque além da parte competitiva temos sempre o lado social do evento e todas as valências ocupadas e ativas”, sustentou.

Isto, porque, “o evento desportivo representa muito mais que a própria competição, dada a sua abrangência social, já que há uma série de atividades para promover a visitação ao território, iniciativas de âmbito social e também educativo, com crianças”.

“Ou seja, não é apenas a prova competitiva, que este ano é no dia 02 de julho, mas também, no dia 01, há todo um conjunto de iniciativas de promoção do território e também um seminário sobre este tema da saúde mental no desporto”, adiantou.

Um seminário promovido hoje na BTL com um debate sobre o tema e que juntou os parceiros da organização do Montemuro Vertical Run, como a Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, o Turismo Centro de Portugal, o Instituto Português do Desporto e da Juventude e a Federação Portuguesa de Atletismo.

Pedro Pontes lembrou que esta é a terceira edição do Montemuro Vertical Run e, na primeira, “foi apenas para o campeonato nacional da Federação Portuguesa de Atletismo” e, “no ano passado, a Federação candidatou-a ao campeonato mundial”.

“É um projeto em crescendo, porque este ano, por mérito próprio, foi a própria WMRA [Associação Mundial de Corrida de Montanha, na sigla em inglês] que nos contactou, depois de termos tido atletas mundiais no circuito”, destacou.

A título de exemplo, e “para mostrar a importância da prova”, Pedro Pontes referiu que “o campeão mundial de corrida de montanha, o queniano Patrick Kipngeno foi quem ganhou o Montemuro Vertical Run no ano passado”.

“Ou seja, isto mostra a qualidade competitiva do evento, que tem a particularidade de ter um desnível acumulado positivo natural de cerca de 1.000 metros, o que se torna um atrativo e tornou-se num dos maiores eventos desportivos, não só de Castro Daire, como da região e do país nesta modalidade”, salientou Pedro Pontes.

 

Pode ver também

Câmara de Lamego distingue Núcleo da Liga dos Combatentes com Medalha de Ouro

A Câmara Municipal de Lamego vai atribuir a  Medalha de Ouro da Cidade ao Núcleo de Lamego …

Comente este artigo