Home / Notícias / Arqueólogos internacionais trabalham em estátua-menir em Moimenta da Beira

Arqueólogos internacionais trabalham em estátua-menir em Moimenta da Beira

Uma estátua-menir datada do milénio III antes de Cristo será alvo de escavações feitas por arqueólogos das Universidades de Coimbra e de Freuburg, Alemanha, anunciou hoje o Município de Moimenta da Beira.

“Uma equipa de arqueólogos das Universidades de Freiburg (Alemanha) e de Coimbra irá realizar escavações arqueológicas numa estátua-menir datada dos finais do III milénio antes de Cristo”, anunciou o Município de Moimenta da Beira.

A estátua-menir em causa é de “há cerca de 4.000 anos, do alvor da Idade do Bronze”, e situa-se no rebordo oriental da Serra de Leomil, na União de Freguesias de Peravelha, Aldeia de Nacomba e Ariz, Moimenta da Beira.

Segundo uma nota de imprensa, que cita investigadores, “terão sido artesãos que, recorrendo a instrumentos de pedra, madeira e osso, terão esculpido este monumento, dando-lhe forma humana, representando através de gravações as suas vestes e insígnias”.

Com estes trabalhos que agora vão acontecer, os arqueólogos pretendem “conhecer um pouco melhor a sua história e do lugar escolhido para a sua implantação, procurando, por exemplo, verificar se existem mais motivos representados”.

Assim como querem saber “que conhecimentos e técnicas de engenharia terão os seus artífices utilizado para a gravar e erguer”, e também se existem ainda vestígios de outras estruturas em seu redor.

“Além da importante componente científica, estudantes de arqueologia de ambas as universidades terão a oportunidade de trocar experiências de trabalho e enriquecer a sua formação académica”, informou o município liderado por Paulo Figueiredo.

Segundo a nota, a estátua-menir tem 1,36m de altura, acima do terreno, está localizada a 955 metros de altitude e os trabalhos de escavação decorrem de dia 04 a dia 15 e “são abertos à comunidade geral para que possa testemunhar o património existente” no município de Moimenta da Beira, distrito de Viseu.

As intervenções arqueológicas integram um projeto de investigação internacional financiado pela DFG (Deutsche Forschungsgemeinschaft) e apoiado pelo Município de Moimenta da Beira.

Lusa

 

Pode ver também

Noite de Gala do TRC atribui Prémio de Mérito a João Gama

O 16º aniversário da reabertura ao público do majestoso Teatro Ribeiro Conceição (TRC), em Lamego, é …

Comente este artigo