Home / Notícias / ACERT Tondela: Digressão do espetáculo “A Passarola” em Lanzarote cancelada

ACERT Tondela: Digressão do espetáculo “A Passarola” em Lanzarote cancelada

A digressão do espetáculo “A Passarola” na ilha de Lanzarote, no arquipélago espanhol das Canárias, foi cancelada, lamentou hoje a direção da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT).

“Com alguma pena da ACERT, até angústia, não vai acontecer a digressão de ‘A Passarola’ em Lanzarote. Foi cancelada pelo Cabildo de Lanzarote [estrutura política de governo local]”, anunciou hoje José Rui Martins aos jornalistas.

O Trigo Limpo – Teatro ACERT contava marcar presença na ilha com o espetáculo “A Passarola”, inspirado na obra “Memorial do Convento”, de José Saramago, a propósito do centenário do nascimento do escritor, mas a decisão do Cabildo de Lanzarote alterou os planos.

“Deixa-nos uma mágoa muito grande na medida em que, exatamente hoje, deveria a estar a passarola a passar de barco para Lanzarote e, depois de amanhã, ia já a equipa para fazer o espetáculo”, contou.

José Rui Martins não avançou o motivo do cancelamento: “as razões invocadas pelo cabildo naturalmente são, para já, internas”.

Segundo o responsável, a ACERT está “num processo de diálogo que tem a ver com tudo o que isso envolveu do ponto de vista de preparação, nomeadamente os atores fixarem o texto em espanhol”.

“Estava tudo preparado para que acontecesse” o espetáculo, frisou.

Na conferência de imprensa de apresentação da programação da ACERT, realizada no dia 19 de abril, tinham sido anunciadas duas apresentações do espetáculo, em dois locais diferentes da ilha: em Arrecife (10 de junho) e Varadero de Puerto del Cármen (dia 17).

José Saramago – até à data o único português Nobel da Literatura (1998) – nasceu em 16 de novembro de 1922, em Azinhaga, Golegã, distrito de Santarém, e em 1993 mudou-se para Tias, em Lanzarote, onde viveu até morrer, em 2010, com 87 anos.

Estava previsto que o espetáculo tivesse 39 pessoas locais a participar e que os atores falassem em espanhol.

Além dos 39 participantes locais, iriam partir de Tondela nove atores, cinco músicos, três técnicos e mais algum apoio de produção, num total de perto de 20 pessoas, que ficariam fora 20 dias.

 

Pode ver também

Lamego acolhe workshop sobre segurança contra incêndios

Uma plateia atenta encheu por completo o auditório do Centro Multiusos de Lamego para assistir …

Comente este artigo