Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / EN 229. Presidente da freguesia de Sátão, sugere que verba seja distribuída pelas freguesias

EN 229. Presidente da freguesia de Sátão, sugere que verba seja distribuída pelas freguesias

No final de agosto passado, os presidentes das Câmaras de Viseu e de Sátão anunciaram que iam celebrar um acordo com a Infraestruturas de Portugal para a requalificação da Estrada Nacional 229, que liga os dois concelhos, apesar de o considerarem injusto, por se tratar de uma estrada nacional.

As duas autarquias decidiram comparticipar a obra em 1,4 milhões de euros, cabendo 1,1 milhões de euros a Viseu e 250 mil euros ao Sátão.

A Infraestruturas de Portugal (IP) assumia a responsabilidade pela execução, fiscalização e gestão da obra, orçada em 12,2 milhões de euros e que tem uma extensão de 15,4 quilómetros.

Por considerarem que “em primeiro lugar estão os interesses das populações”, os dois autarcas decidiram em agosto chegar a acordo com a IP.

Recentemente os autarcas de Viseu e Sátão tiveram conhecimento que a requalificação deste troço pode vir a ser incluída no Plano de Recuperação da Economia Portuguesa, onde as obras são comparticipadas a 100% pela Comunidade Europeia.

Em reunião da Assembleia Municipal, o presidente da junta de freguesia de Sátão, sugeriu que caso a Câmara de Sátão não venha a financiar a requalificação da EN 229, que os 250 mil euros venham a ser distribuídos pelas freguesias do concelho, em 2021.

O autarca de Sátão Paulo Santos, diz que no contrato a celebrar entre o município de Sátão, Câmara de Viseu e Infraestruturas de Portugal para a requalificação da EN 229, vai ser pedido para que conste uma cláusula que, se as obras forem comparticipadas com fundos europeus, as autarquias venham a ser ressarcidas. Quanto à distribuição da verba de 250 mil euros destinada à requalificação da ligação Sátão – Viseu, o autarca deixou para mais tarde a decisão do destino a dar ao dinheiro.

Armando Cunha deputado do PSD na Assembleia Municipal de Sátão, recordou o “estado lastimável do piso da EN 229” e da urgência em avançarem as obras de requalificação.

Requalificação da EN 229 – ligação Sátão a Viseu pode via a ser comparticipada por fundos Comunitários.

A obra está orçada em 12,2 milhões de euros, as câmaras de Sátão e Viseu foram chamadas a comparticipar a obra em 1,4 milhões de euros, cabendo 1,1 milhões de euros a Viseu e 250 mil euros ao Sátão.

 

Pode ver também

Iluminação de Natal em Oliveira de Frades

Oliveira de Frades ganhou um brilho especial com a iluminação de Natal preparada pelos colaboradores …

Comente este artigo