Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / CIM Viseu Dão Lafões vai sinalizar 1.400 Kms de percursos de natureza na região

CIM Viseu Dão Lafões vai sinalizar 1.400 Kms de percursos de natureza na região

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, vai sinalizar cerca de 1.400 quilómetros, para a implementação da rede de percursos de natureza, que contempla a aquisição e instalação da sinalética.          

Com esta obra integrada na execução da candidatura “Produtos Turísticos Integrados”, o investimento global ascende a mais de 1,8 milhões de euros.

Esta iniciativa da CIM Viseu Dão Lafões insere-se na estratégia de reforçar o posicionamento da região como destino turístico de excelência, nomeadamente através do aumento do número de visitantes aos espaços patrimoniais, do incremento do número espetadores para eventos de animação, da realização de ações de valorização dos produtos endógenos e, complementarmente, do aumento número de dormidas e estada média de turistas na região, realça Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões.

O projeto visa realizar intervenções de qualificação e sinalização de um conjunto de percursos pedestres, “contribuindo para a sua valorização, divulgação e melhoria das condições de visitação.

Tem por objetivo também, reforçar o posicionamento da região como destino turístico de excelência, através do aumento do número de visitantes aos espaços patrimoniais, do incremento do número de espetadores para eventos de animação, da realização de ações de valorização dos produtos endógenos e, complementarmente, do aumento do número de dormidas e estada média de turistas na região.

Os percursos vão estar homologados nas diferentes associações da região.

A rede de percursos têm também por objetivo, reforçar o posicionamento da região como destino turístico de excelência, através do aumento do número de visitantes aos espaços patrimoniais, do incremento do número de espetadores para eventos de animação, da realização de ações de valorização dos produtos endógenos e, complementarmente, do aumento do número de dormidas e estada média de turistas na região.

Áudio / Pedro Santos / Alive Fm

 

Pode ver também

Falta de macas no Hospital de Viseu, leva CDS a questionar Ministra da Saúde

O CDS-PP questionou hoje a ministra da Saúde sobre a existência de ambulâncias retidas no …

Comente este artigo