Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Carência de enfermeiros coloca em causa cuidados prestados no Hospital de Viseu

Carência de enfermeiros coloca em causa cuidados prestados no Hospital de Viseu

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu está com falta de enfermeiros. A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

Alfredo Gomes, Coordenador da Delegação Regional da Beira Alta, alerta que a situação tende a piorar de dia para dia.

A partir de Janeiro do próximo ano cerca de 30 enfermeiros com Contrato Por Tempo Indeterminado vão sair para tomar posse nos Cuidados de Saúde Primários; existem colegas com mais de 200 horas acumuladas (sem que haja conhecimento de como serão pagas estas horas) e a não ajudar o panorama está a época que se atravessa em que se verifica “uma maior afluência da população aos serviços de saúde”.

Por experiência dos anos anteriores, seria necessário “reforçar equipas com mais elementos, e não, sobrecarregar as equipas com horas acumuladas e consequente exaustão dos profissionais”.

Alfredo Gomes adianta que a seleção para recrutamento de enfermeiros não está concluída. A carência é de tal ordem que em alguns serviços o número de enfermeiros por turno tem vindo a ser reduzido e noutros serviços, têm sido atribuídos turnos aos enfermeiros para além do Plano Normal de Trabalho. Situação que compromete a qualidade dos cuidados prestados.

As contratações dos profissionais de saúde têm sido inexistentes “nos últimos meses”, mesmo na necessidade de “substituição das ausências de longa duração como (…) as licenças de maternidade”, diz o sindicato. Alfredo Gomes explica que já chegaram denúncias ao Sindicato de pressão sobre colegas que se encontram a exercer o seu direito ao aleitamento materno para prescindirem deste período ou de aceitarem horários desadequados às necessidades.

Em causa está ainda a “rutura de stock de alguns consumíveis clínicos”. Problema que tem dificultado o trabalho dos profissionais e condicionados “alguns dos cuidados aos doentes”. Alfredo Gomes explica que tentaram por diversas vezes agendar uma reunião com o Conselho de Administração do hospital para perceber que medidas estariam a ser tomadas para solucionar estes e outros problemas, no entanto, até ao momento mostraram-se sempre indisponíveis para reunir.

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu alberga cerca de 800 enfermeiros. Segundo Alfredo Gomes, desses 800 mais de metade estão com contratos individuais de trabalho que em junho passaram de 40 para as 35 horas de trabalho.

Peça Maria Sousa/AliveFM

 

Pode ver também

Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

As cinzas deixadas a 15 de outrubro do ano passado pelas chamas, em Oliveira de …

Comente este artigo