Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Alegada burla a 2 agrupamentos de escolas de Viseu está a ser investigada

Alegada burla a 2 agrupamentos de escolas de Viseu está a ser investigada

A inspecção-geral de Educação e Ciência vai investigar a actuação da associação Núcleo para a Criatividade e Desenvolvimento de Competências.

Esta é uma organização sem fins lucrativos, que se serviu de um projecto de literacia financeira nas escolas para vender formações em Educação e Ciência.

Trata-se do Projecto Pelicano, e através do qual, os pais dos alunos de dois agrupamentos de escolas de Viseu foram contactados para assinar um contrato, que custaria mais de 3000 euros para que as crianças tivessem essa formação.

Segundo Rui Martins, presidente da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação, em declarações à AliveFm os pais em causa assinaram o contrato, que tem uma duração de 36 meses. A inscrição dos alunos ronda os 50 euros, com uma mensalidade de cerca de 95 euros.

Rui Martins, acrescenta que o principal objetivo da CNIPE neste momento, é alertar os pais para impedir que mais contractos sejam assinados.

Ao conhecimento da CNIPE chegaram denúncias dos agrupamentos de escolas Infante D. Henrique e Grão Vasco, ambos em Viseu. Para Rui Martins, este  caso representa uma situação de burla. O projecto foi aprovado pelo Ministério e os directores apenas se limitaram a cumprir as ordens recebidas. No entanto, as ordens podem ser aceites ou não.

A CNIPE decidiu oficializar a acusação à Direcção-Geral de Educação. A investigação está a ser conduzida pela Inspecção-geral de Educação e Ciência.

 

Pode ver também

Chuva até sábado, frio a partir de domingo

Nas próximas 48 horas à possibilidade de ocorrência de chuva, passando a regime de aguaceiros …

Comente este artigo