Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu suspende campanha de recolha de bens para apoio do povo ucraniano

Viseu suspende campanha de recolha de bens para apoio do povo ucraniano

A Câmara de Viseu anunciou hoje que a campanha de recolha de bens para o povo ucraniano está suspensa a partir de sexta-feira, tendo em conta que “foram ultrapassadas” as expectativas.

“A partir de amanhã, dia 11 de março, a campanha de recolha de donativos para apoiar o povo ucraniano, lançada em parceria por várias associações, instituições e entidades de Viseu, entre elas a Câmara Municipal de Viseu, será suspensa”, afirma a autarquia num comunicado hoje divulgado.

A decisão, explica a nota, “prende-se com a enorme mobilização da comunidade em torno desta ação solidária, que ultrapassou as expectativas, sendo que, neste momento, as instalações” de diversas entidades “têm ainda bens”.

O Instituto Politécnico de Viseu (IPV), o Regimento de Infantaria 14 e os Bombeiros Voluntários de Viseu, “têm ainda donativos em ‘stock’ que serão canalizados para reforçar a Loja Solidária do IPV, onde são atendidos os migrantes através do CLAIM [Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes] IPV”.

Além do reforço da Loja Solidária, o ‘stock’ que permanece nestas três instituições parceiras da campanha, como bens e produtos alimentares e roupa, deverá ainda seguir “num novo transporte para apoio internacional”.

Já esta semana, saíram de Viseu com destino à Polónia, “quatro camiões de ajuda humanitária para a comunidade ucraniana”, num total de mais de 10 toneladas de produtos e bens diversos” recolhidos na região.

“Neste sentido, apela-se a todos os cidadãos que queiram contribuir para esta ou outra causa para procurarem canalizar a sua oferta para outras campanhas ou parceiros sociais como, por exemplo, a Cáritas Diocesana”, refere o documento.

Segundo o Município de Viseu, “a rede social criada, para apoio aos refugiados, continuará a funcionar, agora mais concertada que nunca”, como, por exemplo, a campanha SOS Ucrânia, lançada esta quarta-feira pela autarquia.

Esta iniciativa “visa apelar ao envolvimento da sociedade noutras questões urgentes, agora focadas nos cidadãos ucranianos que continuam a chegar ao nosso concelho e, para isso, os interessados podem, voluntariamente, manifestar o seu interesse” na página oficial da Câmara.

O ‘site’ apresenta “formulários próprios para acolhimento, cedência de habitação ou voluntariado, para ações como o ensino de português ou de desenvolvimento de atividades com crianças”.

A campanha agora suspensa resultou de um trabalho em rede da Câmara Municipal de Viseu, do Instituto Politécnico de Viseu, da Associação Viriatos.14, da Associação de Ucranianos de Viseu, dos Bombeiros Voluntários de Viseu, do Regimento de Infantaria 14 e da Cáritas Diocesana de Viseu.

 

Pode ver também

Académico de Viseu de luto pela morte do presidente, António Albino

António Albino, empresário viseense e que durante mais de uma década foi presidente do Académico de …

Comente este artigo