Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu: Rangel acusa Governo de “alguma incompetência e ineficácia” na terceira dose

Viseu: Rangel acusa Governo de “alguma incompetência e ineficácia” na terceira dose

O candidato à liderança do PSD Paulo Rangel acusou esta quarta-feira o Governo de “alguma incompetência e ineficácia” na administração da terceira dose da vacina contra a covid-19, mostrando-se preocupado com as consequências do atraso.

“Aquilo que verdadeiramente me preocupa é o atraso na vacinação da terceira dose. E aí acho que o Governo português deu sinais de alguma incompetência e ineficácia e esse é que era o ponto essencial”, disse Paulo Rangel aos jornalistas, no final de uma visita à Associação Empresarial da Região de Viseu (AIRV).

No seu entender, é importante “que as pessoas com mais de 65 anos e as pessoas mais vulneráveis estejam preparadas caso venha a haver algum problema de surgir uma outra vaga, que não é antecipável em Portugal”.

Para Paulo Rangel, “não se compreende que um país que teve tanto sucesso na vacinação enquanto teve o vice-almirante Gouveia e Melo à frente do processo, agora, a partir do momento em que ele foi novamente entregue ao Ministério da Saúde e à Direção-Geral da Saúde, esteja a mostrar tanta dificuldade em ser levado à prática”.

No que respeita à evolução da pandemia em Portugal, o opositor de Rui Rio na corrida pela presidência do PSD considerou que “há que acompanhar semana a semana” os números e “tomar as medidas adequadas”.

“É uma questão para ser acompanhada sem fazer disso alarme”, frisou.

Na visita à AIRV, Paulo Rangel esteve acompanhado por Fernando Ruas, que nas últimas autárquicas foi eleito presidente da Câmara de Viseu, reassumindo o cargo que ocupou durante 24 anos.

Fernando Ruas disse aos jornalistas ter “convicção total e plena” do apoio a Paulo Rangel, que admira e com quem conviveu cinco anos, tendo sido o seu ‘número dois’ numa lista ao Parlamento Europeu.

“Fico muito satisfeito. [Fernando Ruas] é uma figura com importância histórica no PSD e com uma importância histórica atual, não é apenas pelo seu trajeto, que fala por si, mas porque hoje também preside a uma das grandes autarquias do país”, reagiu Paulo Rangel.

As eleições internas para a liderança do PSD estão marcadas para 27 de novembro.

 

Pode ver também

Covid-19: Tondela com três jogadores infetados além do treinador Pako Ayestarán

Três jogadores do Tondela testaram positivo ao vírus SARS-CoV-2, depois de ter sido anunciado pelo …

Comente este artigo