Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu: Flexibilização Curricular no IV Fórum de Ideias Educa

Viseu: Flexibilização Curricular no IV Fórum de Ideias Educa

Este sábado, dia 17 de março, no auditório da Universidade Católica decorreu o IV Fórum de Ideias Viseu Educa, desta vez as explanações e conversas gravitaram em torno da Flexibilização Curricular.

Na abertura do dia a Vereadora da Educação falou para uma sala cheia. O tema principal era a flexibilidade curricular, um programa que permite às escolas, entre outras novidades, gerir 25% da sua carga horária. Cristina Brasete lembrou a inovação patente no Viseu Educa, um programa disruptivo que permite pôr toda a comunidade educativa a trabalhar em prol de uma geração futura. Onde há espaço para as artes, para o desporto, cultura, línguas mas acima de tudo para a inclusão.  João Paulo Balula, Presidente da Escola Superior de Educação, completou o raciocínio dizendo que o Viseu Educa “além de desenvolver o conhecimento tem conseguido valorizá-lo, construí-lo e partilhá-lo pondo-o à disposição da comunidade”.

Inovação e inclusão não faltaram num congresso que foi traduzido, em simultâneo, para língua gestual pela mesma técnica do programa LGP Kids, do Viseu Educa, que ensina esta língua a mais de 200 crianças do município.

O Presidente da Câmara de Viseu também marcou presença no evento do fim-de-semana e começou por salientar o ponto de partida mais importante. “Temos um objetivo comum, prático, e de grande responsabilidade que é preparar os nossos filhos, e os nossos jovens, para o futuro num mundo que evolui em velocidade elevada”. Foi assim que o autarca fez a ponte para a inovação que é preciso haver também nas escolas, lembrou que tudo aquilo com que interagimos hoje tem uma componente prática mais tecnológica e que os jovens, mais que nunca, precisam desses estímulos.

Deu como exemplo a cidade que é já inteligente e que é preciso ter-se noção que hoje a inovação é a voz que mais ordena. “As cidades que não souberem responder a um conjunto de desafios, estarão certamente fora. Se estamos a dar um salto tão grande do ponto de vista  da cidade do futuro, não podemos deixar de fazer o mesmo com os nossos jovens”.

Neste ambiente de inovação e partilha de saber o  Viseu Educa é exemplo onde “a autarquia é um polo coordenador de toda a dinâmica, envolvendo todos os que fazem parte do projeto educativo”. O Presidente reforçou a ideia que defende e que é usada no município, “o triangulo mágico: educação, desporto e juventude”.

“As coisas mudaram muito e obrigam-nos a responder a essas mudanças”, Almeida Henriques reconhece que às vezes as mudanças são simples

sugere aos professores que “olhem para a sala de aula, para o aspeto curricular e para todos os instrumentos que têm à disposição”. Assim o autarca pediu que ao longo da manhã se percebesse “como é que de forma disruptiva podemos responder aos anseios dos jovens?”

E a plateia, com mais de duas centenas de inscritos, respondeu ao desafio. A Professora Ariana Cosme e o Professor Rui Trindade, da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Cidade do Porto, partilharam os desafios da flexibilidade Curricular para as Escolas, Professores, Alunos e Famílias.

Mais tarde foi a vez dos alunos da Escola Básica Integrada e Secundária Jean Piaget, impulsionados pelo Diretor Pedagógico, Rui Cancela, o Coordenador do 3º ciclo, Ricardo Lopes, e a Coordenadora do 2º Ciclo, Cristina Almeida, contarem na primeira voz a experiência de instaurar a flexibilidade Curricular. De lembrar que esta foi a única escola no Município que instaurou o programa este ano letivo.

Até à hora de almoço houve tempo para mais debate de ideias, partilha de histórias e opiniões. Todas as dúvidas e questões foram respondidas sempre com os alunos e o futuro da comunidade educativa em análise. Porque como salientou Carlos Figueiredo, Visprof, “quem está em circuitos fechados nunca consegue ir mais além”. O Fórum encerrou no sábado com a certeza de voltar em julho.

 

Pode ver também

Vouzela terá centro de demonstração de tecnologia inovadora de produção de energia

Vouzela vai ter um centro de demonstração de uma tecnologia que permite produzir energia limpa …

Comente este artigo