Home / Notícias / Viseu: Faltam dois meios aéreos no dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

Viseu: Faltam dois meios aéreos no dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) deslocou o helicóptero ligeiro de Santa Comba Dão, de combate aos incêndios rurais para Vale de Cambra, distrito de Aveiro, devido à falta de sete helicópteros ligeiros.

O esclarecimento da Força Aérea e da Proteção Civil surge após o PSD ter questionado o Governo sobre a falta de 11 meios aéreos de combate a incêndios, o que está a deixar alguns distritos sem qualquer meio.

Os dois aviões e o helicóptero que estão sediados no Aeródromo Municipal de Viseu, foi o motivo que levou a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, a deslocar a aeronave de Santa Comba Dão para o distrito de Aveiro, realçou à Alive Fm, Pedro Alves do PSD Viseu.

No distrito de Viseu, com o aproximar da fase nível 3, no dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, que entra em vigor esta segunda-feira, o deputado do PSD de Viseu, Pedro Alves, diz que também está em falta uma aeronave de reconhecimento para apoiar às equipas que estão no terreno.

Pedro Alves diz que o Governo volta a falhar com a colocação dos meios aéreos a poucos dias de arrancar a fase crítica dos incêndios rurais.

O deputado espera que o Governo coloque no terreno os meios que estão em falta.

O deputado do PSD diz ainda que o Governo não aprendeu com as tragédias dos incêndios de 2016 e 2017.

Os dois aviões e o helicóptero que estão sediados no Aeródromo Municipal de Viseu, foi o motivo que levou a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil a deslocar o helicóptero de Santa Comba Dão para o distrito de Aveiro.

 

Pode ver também

Inauguração da Ecovia do Mondego: 40 quilómetros de percursos cicláveis que ligam à Ecopista do Dão

Na presença do secretário de Estado do Turismo, Pedro Machado, foi inaugurada esta passada segunda-feira, …

Comente este artigo