Home / Notícias / Vinhos do Dão Casa da Ínsua conquistam duas medalhas de ouro em Espanha

Vinhos do Dão Casa da Ínsua conquistam duas medalhas de ouro em Espanha

O júri do concurso Catavinum World Wine & Spirits Competition 2023, realizado pela 13.ª vez na cidade de Vitoria- Gasteiz, em Espanha, não teve dúvidas em atribuir medalhas de ouro ao Vinho Casa da Ínsua Dão Tinto Reserva 2017 e ao Vinho Casa da Ínsua Dão Branco 2022.

Prossegue, assim, o caminho de sucesso dos vinhos produzidos na quinta da Visabeira Turismo em Penalva do Castelo, um dos mais antigos e conceituados produtores de Vinho do Dão, a mais antiga Região Demarcada de vinhos de mesa.

O vinho Casa da Ínsua Tinto Reserva 2017, tributado com 92 pontos, é produzido com as castas Touriga-Nacional, Tinta-Roriz e Alfrocheiro. Estagiou ao longo de 12 meses em barrica de carvalho francês e americano. Este vinho apresenta uma complexidade aromática em harmonia com a barrica, notas frutadas e especiarias. Quanto ao sabor, sobressaem taninos poderosos, complexos e densos, com um final de boca longo e persistente. É um vinho que tem um teor de álcool de 14,5% vol.. Possui grande capacidade de envelhecimento, no entanto pode ser apreciado no momento, acompanhando, idealmente, pratos complexos.

O vinho Casa da Ínsua Branco 2022, que obteve 91 pontos, é um néctar produzido com as castas Encruzado, Malvasia-Fina e Sémillon, com um aroma mineral e vegetal, grande complexidade estrutural e de elevada persistência final, no que ao sabor diz respeito. É um típico vinho de guarda, que se apresenta pronto para se consumir, tendo, contudo, elevado potencial de evolução na garrafa durante os próximos 5 anos. O vinho Casa da Ínsua Branco 2022 é ótimo para acompanhar pratos de peixes gordos e várias carnes brancas e vermelhas.

Recorde-se que a produção de vinho na Casa da Ínsua remonta há mais de 400 anos, quando a quinta foi adquirida para moradia e para a produção agrícola. Ao longo dos séculos a produção vinícola deixou uma marca perene na produção da região, fruto de um processo de constante inovação e apuro da qualidade dos vinhos.

 

Pode ver também

Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu

Depois da saída de Jorge Simão para o Boavista em abril, Rui Ferreira, é agora …

Comente este artigo