Home / Notícias / Unidade de Saúde Familiar da Rua das Bocas em Viseu abre em dezembro

Unidade de Saúde Familiar da Rua das Bocas em Viseu abre em dezembro

O edifício da Casa das Bocas, na Rua João Mendes, em Viseu, que sofreu obras de requalificação para albergar uma unidade de saúde familiar que está pronto desde o início deste ano, vai abrir portas na primeira semana de dezembro deste ano.

O investimento rondou os 2 milhões de euros em obras de reabilitação e mais 400 mil euros para aquisição do edifício e projeto de arquitetura.

A unidade de saúde familiar vai abranger um universo de 18 mil utentes.

A intervenção foi consignada em fevereiro de 2020, com um prazo de execução de 20 meses. A empreitada contou com financiamento de fundos europeus, assumindo-se como uma das obras estruturantes na estratégia de revitalização do Centro Histórico.

Após reunião, em meados de agosto deste ano, ainda com a ministra da saúde no Governo, Marta Temido, o presidente da Câmara Municipal de Viseu dizia que, que não encontrava justificação do Ministério da Saúde para não cumprir o protocolo que assinou para abrir a nova Unidade de Saúde Familiar.

Fernando Ruas recorda que ficou acordado que “quando as obras tivessem concluídas, o que se previa para o final do ano de 2021, se abrisse a Unidade de Saúde Familiar (USF) ficando protocolado para janeiro de 2022”.

O autarca de Viseu, recordou que o edifício da Casa das Bocas, está pronto e equipado, foi feito o auto de receção provisória e, após a reunião com a ministra da saúde, diz não entender que uma unidade de saúde familiar que vai abranger um universo de 18 mil utentes e 10 mil não têm médico de família esteja por abrir portas há 10 meses

Em resposta ao autarca de Viseu, o deputado do PS João Azevedo diz que está para breve a abertura da unidade de saúde familiar da Casa das Bocas. O socialista diz que a equipa de médicos e enfermeiros já está constituída, faltando apenas a equipa de assistentes técnicos.

Fernando Ruas disse que “a dificuldade em arranjar meio humanos deveria ter sido previsto, aquando da assinatura do protocolo, no entanto o autarca de Viseu realça que, a USF está fechada [por falta de resposta do Governo]”.

O autarca disse ainda que há médicos a “lamentarem a grande afluência aos hospitais por falta de pontos de rede” quando as obras de requalificação do edifício da Casa da Bocas, na rua João Mendes que deram lugar a uma Unidade de Saúde Familiar estão concluídas, aguardando apenas luz verde por parte do ministério da saúde para abrir.

 

Pode ver também

CIM Viseu Dão Lafões lidera projeto europeu de combate aos resíduos urbanos com visita à região neerlandesa de Almere

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões participou, nos últimos dois dias, numa visita de estudo aos …

Comente este artigo