Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / União de Freguesias de Paradela e Granjinha em Tabuaço vai a votos este domingo

União de Freguesias de Paradela e Granjinha em Tabuaço vai a votos este domingo

A União de Freguesias de Paradela e Granjinha, em Tabuaço, vai a votos este domingo através de plenário de cidadãos por ter menos de 150 eleitores, enquanto as restantes três freguesias do concelho na mesma situação já votaram.

“A Granjinha, antes de estar agregada a Paradela, já tinha realizado plenários de cidadãos em 2005 e 2009 e sempre os fizemos no domingo a seguir às eleições e, portanto, entre a Junta atual e a lista única que foi aprovada no tribunal, decidimos que iríamos fazer no domingo”, disse à agência Lusa o atual secretário da freguesia.

António Ribeiro acrescentou que “as pessoas estão alertadas que o plenário vai decorrer no salão da Junta, na localidade de Paradela, no domingo às 09:30” e, “apesar de, atualmente, haver uma única lista candidata, como é plenário, pode aparecer mais alguma ou várias”.

O atual secretário da Junta, que não faz parte da lista candidata, desta união de freguesias, que conta com 124 eleitores, explicou que a afluência às urnas no domingo para os órgãos municipais “foi elevada”, uma vez que “em Granjinha, dos 34 inscritos, votaram 23” e, na localidade de Paradela, “foram cerca de 50 que votaram”.

Das 13 freguesias de Tabuaço, no distrito de Viseu, quatro estavam sinalizadas pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) para a realização de plenário de cidadãos com o objetivo de eleger o presidente da junta, por terem 150 ou menos eleitores.

Além da União de Paradela e Granjinha, que contabiliza 124 eleitores, e realiza plenário de cidadãos este domingo, foram também a votos nesta modalidade as freguesias de Arcos (150 eleitores), Desejosa (134) e Granja do Tedo (!40).

“Realizámos no dia das eleições, porque também andámos a informar as pessoas de que iríamos fazer tudo no mesmo dia. Houve um grande trabalho de sensibilização junto da comunidade para estarem na escola às 17:00”, contou à agência Lusa o presidente eleito em Granja do Tedo.

José António Lopes disse que, “tendo em conta o número de pessoas que apareceu”, fizeram o plenário ao ar livre, no antigo recreio da escola primária”, local onde estava “uma sala com a urna para a eleição do presidente da Câmara e da Assembleia Municipal”.

“Foi tudo por voto secreto para não criar constrangimentos nas pessoas. Apareceu muita gente. Em 140 eleitores, apareceram cerca de 100 no plenário e das duas listas que ali nasceram, a minha, que era a lista A, ganhou com 66 votos, a lista B teve 31 e houve cinco ou seis [votos] em branco”, especificou José António Lopes.

Em Granja do Tedo, 85 eleitores foram votar para a Câmara e Assembleia Municipal. Um número que na freguesia de Arcos foi superior, dos 149 inscritos, 101 votaram para os órgãos autárquicos municipais, mas para a freguesia foram registados 50.

“No plenário apareceram 50 pessoas e como só havia uma lista de independentes, 40 votos foram para essa lista e um foi um voto nulo”, contou à agência Lusa Maria Emília Moreira que pertence à lista independente, que é encabeçada por Raul Moreira, atual tesoureiro em Arcos.

Na freguesia de Desejosa, com 134 inscritos, “para a Câmara e Assembleia municipais votaram mais de 170” eleitores, indicou à agência Lusa o atual secretário da Junta, Faustino Macedo, que admitiu ter “havido pouca gente no plenário” de cidadãos.

“Não tínhamos informação suficiente, não sabíamos muito bem como esclarecer as pessoas e acabaram por aparecer 45 eleitores no plenário de cidadãos, no domingo às 09:30, que deram a vitória à lista única independente Unidos pela Desejosa e Balsa”, referiu.

Destes 45 que compareceram e votaram, precisou Faustino Macedo, “numa eleição decidida que seria por voto secreto, para ninguém se sentir intimidado”, a lista independente “recebeu 42 votos, três foram em branco e um foi considerado nulo”.

Em Tabuaço, no último domingo foi reeleito para um terceiro mandato o presidente da coligação PSD/CDS-PP, Carlos Carvalho, que conquistou mais um vereador de que nas eleições de 2017, ficando com quatro e o PS em oposição com um.

Dos 4.826 inscritos em Tabuaço, votaram 3.318 eleitores, ou seja, 68,75% do eleitorado. Destes, 69,86% (2.318) votou na coligação PSD/CDS-PP, Carlos Carvalho, 18,60% (617) no PS, Carlos Portugal; 4,43% (147) no Chega, Joaquim Monteiro Ferreira, e 0,90% (30) na CDU, Delfim Moutinho.

Foram contabilizados 3,01% (100) de votos brancos w 3,19% (106) nulos.

 

Pode ver também

V.N.Paiva – 1ª Reunião de Câmara do Novo Executivo

Realizou-se na manhã desta sexta-feira, 22 de outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de …

Comente este artigo