Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Terras da Transumância promovem “prática única” na Feira de Turismo de Madrid

Terras da Transumância promovem “prática única” na Feira de Turismo de Madrid

As Terras da Transumância – Castro Daire, Fundão, Gouveia e Seia – promovem esta “prática única” da pastorícia em Portugal na Feira de Turismo de Madrid para atraírem pessoas a experimentarem esta vivência, avançou à Lusa um dos responsáveis.

“A transumância é algo tão específico e tão identitário dos nossos territórios e ainda tão enraizado naquilo que é a prática de vida das nossas populações que é um atrativo para quem nos visita”, sintetizou o vereador do Turismo de Castro Daire.

Pedro Pontes explicou à agência Lusa que é esta “prática única” destes quatro concelhos que será promovida “de forma natural e genuína” com o intuito de “atrair pessoas que queiram conviver com esta experiência, na primeira pessoa”.

Na bagagem levam “uma agenda da programação para 2023 para os quatro concelhos”, em bilingue, espanhol e inglês, material promocional e “os sabores das Terras da Transumância” para promover a “degustação de produtos” destes municípios.

Castro Daire, Fundão, Gouveia e Seia são os territórios onde, “antigamente, os pastores atravessavam para levar as suas ovelhas da serra da Estrela para a serra do Montemuro, uma prática que hoje já não se faz, apesar de continuar a haver a atividade” rural.

“Quer em Castro Daire, quer nos outros três municípios, nomeadamente Seia, ainda temos muitos, mesmo muitos, pastores em atividade, com grande parte da sua atividade económica rural assente na pastorícia”, assumiu.

Pastores e criadores de gado que “se envolvem nas recriações da Transumância, duas vezes ao ano, e que dão corpo a esta temática que hoje em dia é uma marca territorial e uma animação” nestes territórios.

“Estes quatro municípios juntaram-se para recriar a Rota da Transumância em termos culturais e agora atingimos um nível de maturidade que nos leva a estar juntos em Madrid a promover a nossa marca, o nosso território”, justificou.

O vereador assumiu que “qualquer um dos quatro municípios está em condições de proporcionar experiência no terreno com pastores, com os animais, com o queijo, com a gastronomia, com tudo o que envolve a prática da transumância”.

Pedro Pontes mostrou-se “confiante” nesta presença na Feira de Turismo de Madrid, a partir de quarta-feira, para o “crescimento do turismo” nestas terras da Transumância e adiantou que o stand terá a parede de fundo com um mural artesanal.

“Teremos 1.800 pompons, todos eles feitos à mão. O pompom é um adorno decorativo da cabeça dos chibos, da altura dos passeios da transumância, ou seja, é algo muito característico do engalanar dos chibos dessa altura, pompons de muitas cores”, descreveu.

Esses pompons “darão uma cor e uma identidade muito própria ao stand” das Terras da Transumância e “estão a ser feitos por mais de uma dezena de pessoas no Museu Municipal de Castro Daire”, que “costuma promover ateliês sobre pompons”.

“Estaremos num stand próprio, todo ele muito identitário, caracterizado de uma forma muito atrativa e diferenciadora, mas também numa lógica de comunicação e marca dos nossos territórios como ponto de visitação turística”, rematou Pedro Pontes.

 

Pode ver também

Empresários de Viseu queixam-se do preço da energia

Os deputados sociais-democratas eleitos pelo círculo eleitoral do distrito de Viseu disseram hoje, à agência …

Comente este artigo