Home / Notícias / Terceira fase de ampliação da zona industrial de Lajedo em Tondela arranca em maio

Terceira fase de ampliação da zona industrial de Lajedo em Tondela arranca em maio

As obras da terceira fase do projeto de ampliação da Zona Industrial Municipal (ZIM) de Lajedo, em Tondela, devem arrancar em maio e ficar concluídas até novembro, avançou à agência Lusa a presidente da Câmara, Carla Antunes Borges.

O concurso público foi publicado na terça-feira em Diário da República e prevê um investimento de 1.693.145 euros (com IVA), a dividir por quatro lotes.

Segundo a autarca, “esta fase inclui a execução de arruamentos e acessibilidades a espaços disponíveis para a instalação de empresas”.

“Está também prevista a infraestruturação dos lotes, que estarão ligados às redes de água, saneamento, eletricidade, gás e águas pluviais”, e serão criados passeios.

Carla Antunes Borges explicou que “o arruamento principal está localizado na zona nordeste, atrás da empresa Brose”, e que estas obras incluem “a conclusão de um arruamento a oeste da zona industrial, onde está localizada a empresa Fresenius Kabi”.

O alargamento e a reformulação da rotunda de acesso ao parque empresarial, na Estrada Municipal 628 (que liga Campo de Besteiros a Vilar de Besteiros), também estão previstos.

A autarca referiu que a área de ampliação da ZIM de Lajedo, que tem cerca de 40 mil metros quadrados, “servirá quatro novos lotes”.

Estão já “novos investimentos a caminho”, adiantou, prometendo dados sobre eles para mais tarde.

No total, as obras de ampliação da ZIM de Lajedo custarão 3,1 milhões de euros (dos quais mais de 1,6 milhões de euros nesta terceira fase).

A ZIM de Lajedo integra dez empresas, que empregam 2.100 pessoas, a maioria dos quais na farmacêutica Fresenius Kabi, que tem 790 trabalhadores.

Carla Antunes Borges lembrou que também a ZIM da Adiça se encontra a ser ampliada, um investimento de 3.899.105 euros, no total.

“As obras estão na fase de conclusão, estando a ser ultimadas as redes de infraestruturas. Prevê-se a conclusão da empreitada até ao final do primeiro semestre deste ano”, adiantou.

No final de fevereiro, a autarca anunciou que, com o objetivo de atrair investimentos, está a ser projetada a criação de uma nova área empresarial, próxima do aterro do Planalto Beirão, no Borralhal (em Barreiro de Besteiros), no âmbito do processo de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM).

“O nosso território tem preocupações com o ambiente e estamos a criar situações para que as empresas tenham aqui condições de se instalarem, de criar inovação, postos de trabalho, mas acima de tudo um futuro comum melhor, amigo do ambiente, com uma pegada ecológica muito reduzida e com uma sustentabilidade ambiental muito grande e forte”, justificou, na altura.

 

Pode ver também

Vila Nova de Paiva: Município entregou 14 incentivos à natalidade

O Município de Vila Nova de Paiva continua a apoiar as famílias “Paivenses”, ao abrigo …

Comente este artigo