Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sonae Capital emite 41 milhões em obrigações verdes para central de biomassa de Mangualde

Sonae Capital emite 41 milhões em obrigações verdes para central de biomassa de Mangualde

Primeira linha de financiamento sustentável da Sonae Capital financia o desenvolvimento da Central de Biomassa de Mangualde, traduzindo o compromisso com a descarbonização.

A Sonae Capital, através da Sociedade de Iniciativa e Aproveitamentos Florestais – Energia, detida pela sua subsidiária Capwatt, contratualizou a primeira emissão de obrigações associadas a projetos sustentáveis, no valor de 40,8 milhões de euros, refere o grupo em comunicado. As green bonds (obrigações verdes) constituem um instrumento de dívida “que permite às empresas financiar investimentos com claros benefícios ambientais”.

Esta operação destina-se a financiar a Central de Biomassa de Mangualde, desenvolvida e operada pela sua participada Capwatt. A central de biomassa residual florestal de Mangualde, que começou a operar em 2020, representa um investimento de cerca de 50 milhões de euros e utiliza a melhor tecnologia disponível para produzir energia renovável a partir de biomassa florestal residual.

A Central de Biomassa de Mangualde “contribui para a descarbonização do sector electroprodutor e da indústria portuguesa, “tendo igualmente um contributo importante para a otimização da gestão florestal da região e, consequentemente, para a minimização do risco de incêndios florestais. Esta central valoriza anualmente cerca de 300 mil toneladas de biomassa florestal residual (não consome madeira virgem), promovendo a economia circular e satisfazendo a totalidade das necessidades de energia térmica da unidade industrial da Sonae Arauco na mesma localização e gerando adicionalmente 83 GWh/ano de energia renovável descentralizada”.

Ivone Teixeira, CFO da Sonae Capital, afirma, citada pelo comunicado, que “a Sonae Capital está empenhada em contribuir para a descarbonização da economia e a Capwatt tem tido um papel relevante nesta frente, nomeadamente, no desenvolvimento das energias renováveis. Esta emissão de green bonds permite, também, reforçar a posição de liquidez da Sonae Capital, diversificando as fontes de financiamento e aumentando a maturidade média da dívida”.

Esta emissão, certificada por uma entidade externa independente, foi organizada pelo Banco BPI e pelo Banco Empresas Montepio, com subscrição particular, tendo uma maturidade de doze anos.

A Capwatt é uma empresa inovadora que promove soluções integradas de energia, maximizando as sinergias entre a produção descentralizada, o fornecimento de serviços e a comercialização de energia, satisfazendo todas as necessidades energéticas dos seus clientes, sempre com foco na eficiência energética e sustentabilidade. Presente em Portugal, México e Espanha, a participada da Sonae Capital tem sob gestão 200 MW de potência elétrica, sendo 29% em energia renovável e 71% em cogeração.

 

Pode ver também

V.N.Paiva – 1ª Reunião de Câmara do Novo Executivo

Realizou-se na manhã desta sexta-feira, 22 de outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de …

Comente este artigo