Home / Notícias / Sementeira regressa a Viseu com exposição, música, performances teatrais, cinema e conversas
Capa Youtube Plataforma - 68

Sementeira regressa a Viseu com exposição, música, performances teatrais, cinema e conversas

Viseu vai receber, de 12 a 16 de julho, a 11.ª edição da mostra de artes visuais e performativas que junta “arte, insubmissão e comunidade” no centro histórico. Esta edição conta com uma exposição coletiva de obras de mais de vinte artistas, na sede do Bloco de Esquerda (Rua das Ameias), além de muitas outras atividades de música, performances teatrais, cinema e conversas – tudo a acontecer durante os 4 dias da Sementeira XI! Também a Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua, marcará presença no sábado, dia 15, pelas 17 horas, para uma visita guiada à exposição.

A exposição coletiva estará aberta ao público de 12 a 16 de julho, das 16 às 24 horas, com inauguração oficial às 18 horas do primeiro dia, assinalada pelo momento de poesia “Há Mulheres Poetas!”, dedicado aos 100 anos do nascimento de Natália Correia.

Ainda no primeiro dia de Sementeira, às 22 horas, na Praça D. Duarte, assinala-se o regresso de Tomás Oliveira, artista que se apresentou pela primeira vez com banda nesta mostra, desta vez com um concerto acústico, acompanhado pelos Última da Hora.

O dia 13 de julho conta, às 18 horas, com o momento “Trabalhar nas Artes: conquistas e desafios do novo estatuto”, uma conversa com Amarílis Felizes (dirigente Plateia – Associação de Profissionais das Artes Cénicas) que pretende ser uma troca de experiências sobre o Estatuto do Trabalhador da Cultura. Pelas 22 horas, a praça D. Duarte recebe os Behind The Red Giant, banda instrumental de rock progressivo formada pelos músicos experientes da região Rui Costa, Ricardo Sousa, Alexandre Sousa e Alexandre Tomás.

A sexta-feira desta mostra conta às 22 horas, na praça D. Duarte, com a apresentação do projeto teatral “Ellas”, da Associação Visiunarte, “que explora os limites da vida humana”, seguido do concerto de estreia da banda de metal Zero Creation, constituída por Rodolfo Rocha, Marco Conde, Gabriel Correia e Tiago Silva.

No dia 15, pelas 17 horas, a Sementeira recebe a apresentação da performance teatral “Riachos, Ribeiros e Outras Farsas” do coletivo Re:Star’t, seguido de uma visita guiada pela exposição coletiva com Mariana Mortágua, a Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda.

Ainda no sábado, pelas 22 horas, a praça D. Duarte será o palco de “Monsters”, um desfile Gótico Vitoriano organizado pelo projecto Angelíque, de Catarina Marques, que contará com momentos musicais, proporcionados por Liliana Bernardo e Gabriel Lopes, e momentos de dança, por Nyna Pádua e Catarina Cunha. De seguida, para terminar a noite de dia 15, a Praça recebe o concerto de Búfalo Sentado, projeto de Miguel Soares que viaja pelo world, folk, afro, rock e jazz.

No último dia desta mostra, domingo, haverá uma sessão de cinema com a apresentação de duas curtas-metragens de ficção: “Sem Sujar”, filme de Martim Carvalho e “Tiro no Pé”, de Raíssa Tâmisa.

A Sementeira nasce e floresce como um espaço aberto, sem curadoria formal, para quem quiser participar. Construído em comunidade, para dar uso de uma sede partidária e dos espaços envolventes, sem limitações ou escolhas. É a pretensão democrática de receber sem excluir.

 

Pode ver também

O município de Sátão iniciou recolha porta a porta de materiais para reciclagem

O município de Sátão iniciou a recolha porta a porta de materiais para reciclagem junto …

Comente este artigo