Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: moradores “travam” instalação de torre de comunicações móveis nas Pedrosas

Sátão: moradores “travam” instalação de torre de comunicações móveis nas Pedrosas

Os moradores da Rua do Miradouro, na povoação das Pedrosas, concelho de Sátão, estão contra a instalação de uma torre de comunicações móveis.

Na zona, a cobertura de rede móvel era deficitária, recentemente o processo de melhoria de cobertura teve sinal verde da operadora MEO, após vários anos de insistência por parte da câmara e junta de freguesia de Sátão.

Os trabalhos para a colocação da torre tiveram início no passado sábado, mas na segunda-feira seguinte foram interrompidos pela população, que diz estar contra a localização.

Adelino Aguiar, morador da Rua do Miradouro, em declaração à Alive Fm, disse que a torre vai ficar a funcionar a pouco mais de 20 metros de várias habitações e faz fortes acusações aos responsáveis políticos, que não tiveram em consideração os malefícios que a radiação vai causar na população. 

Adelino Aguiar diz que nas Pedrosas havia outros locais para instalar a torre da operadora de comunicações móveis, mas segundo o morador, em causa estão os interesses económicos e políticos.

Após ter conhecimento dos perigos que a radiação pode causa na saúde, Adelino Aguiar, alertou os vizinhos, que segundo o morador, “foram abandonados por tudo e por todos”.

Os moradores vão lutar até às últimas consequências, para que a torre da operadora de comunicações não seja instalada naquele local, até porque, como realçam, há várias alternativas mais distantes das habitações.

Os moradores dizem que várias pessoas foram contactadas para assinarem a favor da instalação da torre de comunicações móveis, mas nunca foi mencionado o local.

Mas a maioria dos moradores mais próximos do local, dizem não ter assinado nenhum documento para a instalação da torre.

Outro dos moradores que vai ficar paredes meias com a torre de telecomunicações móveis, disse à Alive Fm, que não foi contactado por ninguém e diz também estar contra o local escolhido para instalar a torre.

Moradores estão contra ao local escolhido para a instalação da torre de comunicações móveis, nas Pedrosas.

Os trabalhos tiveram início no passado sábado, esta manhã, há hora da reportagem da Alive Fm, a empresa responsável pelos trabalhos, chegou ao local, mas acabou por abandonar o retomar das obras, após ter conhecimento do descontentamento da população.

A freguesia de Sátão, já reagiu na página do FaceBook, afirmando que “em relação à resolução da insuficiente cobertura da rede móvel, muitos habitantes das Pedrosas e de outras aldeias vizinhas ansiavam por uma resolução. O local foi escolhido diretamente pela operadora. Porém, quanto aos problemas de saúde que podem originar, nada foi feito sem análise detalhada. Poderemos facultar vários estudos. Um deles, da Direção Geral da Saúde, afirma peremtoriamente que, passo a citar “os níveis de exposição do público às radiações provenientes da instalção de estações são muito inferiores ao níveis recomendados, sendo considerados insignificantes quando comparados com a exposição aos próprios telemóveis”, fim de citação. Entendemos a preocupação mas não haveria qualquer cidade com estações instaladas se estivesse provado que são prejudiciais à saúde“.

Galeria de fotografias Alive Fm.

 

Pode ver também

Região Centro vai ter uma “Escola de Queijeiros”, cursos vão ser ministrados em Viseu

A Inovcluster – Associação do Cluster Agro-industrial do Centro vai lançar em outubro uma ‘Escola …

Comente este artigo