Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: Governo não vai remover cobertura de fibocimento da Escola Secundária

Sátão: Governo não vai remover cobertura de fibocimento da Escola Secundária

O governo não vai avançar com obras de requalificação da cobertura de dois dos pavilhões da Escola Secundária Frei Rosa Viterbo de Sátão, depois de Partido ecologista os Verdes, ter questionado o Ministério da Educação para a necessidade da retirada das placas de fibrocimento (amianto), com mais de trinta anos.

Na resposta aos Verdes, o Governo diz que as placas de amianto, não evidenciam desgaste, não constituindo perigo para a comunidade escolar.

Miguel Martins do PEV em entrevista à Alive Fm, deu a conhecer a posição do governo.

No ofício enviado ao Partido Ecologista Os Verdes, a que a Alive Fm teve acesso, o Ministério da Educação, realça que a Escola Secundária Frei Rosa Viterbo de Sátão, não foi inscrita no mapa de investimentos Portugal 20 / 20, pelo anterior governo PSD/CDS, e para o atual governo PS, este estabelecimento de ensino continua a não ser uma prioridade.

Miguel Martins, salienta que a comunidade escolar tem uma posição contrária à do atual governo, que reclama obras de melhoramento nos edifícios da Escola Secundária de Sátão, em particular a substituição da atual cobertura em fibrocimento.

Depois de o governo ter anunciado que para já, a cobertura em amianto de dois dos pavilhões da Escola Secundária Frei Rosa Viterbo de Sátão, não vai ser substituída, Miguel Martins do PEV, diz que Os Verdes vão continuar a lutar para que as obras de remodelação da cobertura avancem.

Miguel Martins, lamenta as políticas do atual governo PS e do anterior PSD/CDS na remodelação do parque escolar, onde foram feitas obras de requalificação em escolas com poucos anos de vida e outras com mais de 30 anos, é o caso da Escola Secundária de Sátão, não tivessem sido contempladas com os fundos comunitários.

Governo anunciou que a retirada da cobertura em fibrocimento de dois dos pavilhões da Escola Secundária de Sátão, não vai avançar, depois de o Partido Ecologista Os Verdes, ter dado seguimento às preocupações da comunidade escolar.

 

Pode ver também

Lápide de guerreiro com dois mil anos foi descoberta em Viseu

Um achado arqueológico de “grande valor histórico”, com mais de dois mil anos, foi encontrado …

Comente este artigo