Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Região de Viseu Dão Lafões vai ter sistema de videovigilância para a prevenção de incêndios

Região de Viseu Dão Lafões vai ter sistema de videovigilância para a prevenção de incêndios

As comunidades intermunicipais Viseu Dão Lafões e região de Coimbra anunciaram que estão a preparar a implementação de um Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais.

O sistema “visa contribuir para a deteção precoce dos incêndios e para o despacho rápido dos meios de combate, para além da definição de estratégias de combate e de apoio à decisão”.

“O objetivo geral do projeto apoiado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Uso dos Recursos (POSEUR), Fundo de Coesão e Portugal 2020, submetido no âmbito de uma parceria entre ambas as Comunidades Intermunicipais, centra-se na instalação de uma rede de 37 torres de videovigilância para a prevenção de incêndios florestais com abrangência nos 33 municípios, num investimento total de 3,8 milhões de euros”, refere a nota de imprensa.

As duas comunidades da região Centro dizem ainda que se espera uma “cobertura adequada de ambos os territórios, tendo em consideração as áreas de maior risco, as zonas sombra e as áreas com maior histórico de incêndios florestais, de forma a desenvolver uma estratégia supramunicipal que permita minimizar os impactos dos incêndios florestais, potenciando os meios disponíveis para a sua vigilância, deteção e combate”.

“Com vista à preparação da implementação do referido sistema,decorreu uma reunião no salão nobre da Câmara Municipal de Mortágua com o objetivo de proceder à apresentação dos locais definitivos para a instalação das torres, definidos com base num estudo realizado pelo Instituto Superior Técnico, de forma a possibilitar a abertura do procedimento de contratação pública para a aquisição do sistema”, dizem as comunidades.

Na referida reunião estiveram presentes os técnicos dos Gabinetes Técnicos Florestais de ambas as regiões, bem como responsáveis dos Comandos Distritais de Operações de Socorro, Guarda Nacional Republicana, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais.

A candidatura, elaborada pelas duas comunidades, obteve parecer favorável da GNR e da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

 

Pode ver também

Plataforma da A25 diz que descontos nas portagens são “embuste”

A Plataforma Pela Reposição da Scut na A25 classificou os descontos nas portagens anunciados pelo …

Comente este artigo