Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Rali de Portugal volta a passa pelas estradas de Mortágua

Rali de Portugal volta a passa pelas estradas de Mortágua

O Rally de Portugal vai para a estrada de 21 a 24 de maio. No dia 22, a prova vai passar por Mortágua, um concelho que volta a ver passar o campeonato do mundo de ralis. É a grande novidade do segundo dia do rali, salientou o diretor da prova, Horácio Rodrigues. “É a última ocasião para ver o WRC [nome do campeonato mundial de ralis] antes de rumar ao Norte”, referiu.

O presidente da Câmara de Mortágua, Júlio Norte, disse que há muito que o concelho queria voltar a receber o mundial de ralis, falando de “um velho anseio das gentes de Mortágua”. Júlio Norte saudou este regresso do mundial de ralis a Mortágua e deu os parabéns aos colegas autarcas da região “pelo bom trabalho que fizeram”, que permitiu que o Rali continuasse na Região Centro. “Também por essa razão, a responsabilidade do Município de Mortágua é redobrada, esperamos estar pelo menos ao mesmo nível e se possível ainda fazer melhor”, disse.

Mortágua foi um dos palcos do mítico TAP/Rallye de Portugal, tendo recebido a prova entre 1995 e 2001. Apesar de ter ficado de fora do Mundial desde essa altura, Júlio Norte sublinha que “a paixão pelos ralis manteve-se ao longo dos anos” e deu como exemplo o Rali de Mortágua, organizado em parceria entre o Clube Automóvel do Centro e o Município de Mortágua, que conta já com 14 edições consecutivas.

Júlio Norte afirmou que a região tem condições naturais e troços extraordinários, mas lembrou que a segurança é o fator mais determinante para o sucesso do Rali.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal sublinhou que este é um dos mais importantes eventos nacionais com projeção internacional e “com capacidade de poder potenciar ainda mais os resultados que o Centro tem vindo a apresentar”. E afirmou que a região Centro quer continuar a receber nos próximos anos os melhores pilotos do mundo de ralis. “Estamos crentes de que vamos continuar a ter o melhor rali do mundo no Centro de Portugal. Este é um evento-âncora”, destacou.

Rally de Portugal gerou retorno de mais de 30 milhões de euros na região Centro

De acordo com os resultados desse estudo, a prova teve um retorno económico de 31,7 milhões de euros para a Região Centro, sendo que o investimento foi de 600 mil euros. “É um evento que tem uma escala de projeção global em cinco continentes e que é único em Portugal”, destacou o investigador.

Segundo as conclusões do estudo, o evento contribuiu para criar uma imagem favorável do território/destino, expandir a época turística no tempo, aumentar a procura turística, atrair visitantes internacionais nacionais e incrementar os ganhos económicos no destino.

O presidente do Turismo Centro de Portugal, referiu que os adeptos do Rali que vieram ao Centro de Portugal foram responsáveis por estadias médias entre duas a três noites, no caso dos adeptos nacionais, e estadias médias de 4,4 noites, nos estrageiros.

Também deste ponto de vista, o rali trouxe um acréscimo muito positivo”. Além de que “é um fortíssimo aliado para a internacionalização, lembrando que foram mais de 15 nacionalidades que vieram ao rali, tendo feito aumentar a perceção positiva do destino”.

 

Pode ver também

Ordem dos Psicólogos Portugueses distingue Viseu como Comunidade Pró-Envelhecimento

O programa municipal Atividade Sénior conta com 2700 participantes, um investimento de 150 mil euros, …

Comente este artigo