Home / Notícias / PSD Viseu denuncia estado de degradação do Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão

PSD Viseu denuncia estado de degradação do Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão

O deputado do PSD pelo Círculo Eleitoral de Viseu, Guilherme Almeida, questionou recentemente a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, sobre o estado atual de “degradação” do Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão, no concelho de Nelas. Criado em 1946, possui uma área total de 10.985 hectares e é uma estrutura experimental da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, integrada na Rede de Inovação do Ministério da Agricultura.

Segundo o PSD, este é um centro de referência pela atividade experimental que desenvolve e pelo conhecimento que transmite a toda a fileira vitivinícola regional e nacional, que procura contribuir para a valorização do setor e para o melhoramento de castas regionais da região do Dão, em articulação com a comunidade científica e a fileira do Vinho do Dão.

Na Assembleia da República, Guilherme Almeida recordou a visita da Ministra ao concelho de Nelas, em setembro de 2020, em que a mesma se “mostrou surpreendida com o estado a que chegou o Centro de Estudos do Dão”, referindo-se mesmo, à data, a “um edifício degradado que não tem um corpo técnico, tem apenas uma engenheira que tem feito um trabalho notável. Mesmo assim, precisa de um acrescento do ponto de vista técnico, tecnológico e de recursos humanos”, salientando que é preciso modernizar as vinhas da região de Viseu.

No entanto, no seguimento da visita dos deputados do PSD, no passado mês de maio, o deputado do PSD refere que ainda nada foi feito e que o estado de degradação do edifício continua a decorrer, com a deterioração das amostras dos vinhos das últimas décadas, com a falta de manutenção das vinhas e com a falta de recursos humanos e materiais.

“Passados quase três anos da sua visita ao Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão”, Guilherme Almeida questionou a Ministra sobre o ponto de situação do projeto de requalificação do Centro de Estudos, que tem financiamento aprovado através do Plano de Recuperação e Resiliência, e cuja execução deveria ter começado no início deste ano, assim como, sobre a fase em que se encontra o Pólo de Inovação, que terá investigação focada na vinha e alterações climáticas, bem como, sobre a dotação de recursos humanos e materiais que o Centro necessita para poder desempenhar a sua missão.

O PSD entende que a recuperação e modernização do Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão é fundamental para o desenvolvimento da cadeia de valor e para a afirmação da região do Dão, através da realização de investigação e inovação de excelência para melhorar a qualidade e a evolução dos vinhos do Dão.

 

Pode ver também

O município de Sátão iniciou recolha porta a porta de materiais para reciclagem

O município de Sátão iniciou a recolha porta a porta de materiais para reciclagem junto …

Comente este artigo