Home / Notícias / PSD acusa Governo de continuar a prejudicar a região com os atrasos nas obras do IP3 e Linha da Beira Alta

PSD acusa Governo de continuar a prejudicar a região com os atrasos nas obras do IP3 e Linha da Beira Alta

Os deputados do Partido Social Democrata eleitos pelo Círculo Eleitoral de Viseu estiveram, esta segunda-feira, 23 de outubro, no concelho de Santa Comba Dão em contacto com o setor empresarial, escolar e cultural, com o objetivo de aprofundar o conhecimento das dificuldades que se sentem no terreno. Além disso, Hugo Carvalho, Guilherme Almeida, Cristiana Ferreira e Hugo Maravilha visitaram também obras e investimentos públicos que estão a decorrer no território do concelho.

No troço do IP3 que atravessa Santa Comba, Hugo Carvalho referiu que “é claro para nós e para a população que a intervenção nos pontos críticos deste itinerário, um deles que é concretamente aqui em Santa Comba Dão, não é uma prioridade para este Governo, estando prevista ser esta a última fase a intervencionar”. Em visita à passagem superior do IP3 junto às Ferrarias, o parlamentar sustentou também que “aqui se demonstra, também, a falta de vontade de definir como prioritária a resolução deste constrangimento que é a descida do Rojão e a Ponte sobre o Dão”.

Num roteiro pelo concelho, os parlamentares do PSD, acompanhados pela Comissão Política da Secção de Santa Comba Dão do PSD, referenciaram que o Partido Socialista tem de se empenhar em analisar as próximas intervenções no Itinerário, devendo corrigir nesta fase, com as soluções certas e que beneficiem, as situações mais sensíveis de circulação na estrada que liga Viseu a Coimbra.

Por outro lado, numa visita à Estação do Vimieiro, no âmbito da requalificação “atrasada” que se encontra a decorrer da Linha Ferroviária da Beira Alta, Hugo Carvalho disse que “sabemos que a reabertura não vai acontecer em novembro, tal como tinha sido anunciado pelo Ministro João Galamba. E sabemos algumas das causas, como o roubo de cobre, a falta de mão de obra e a ausência de equipamentos. No entanto, é de notar que o PS fez promessa atrás de promessa aos viseenses da data de reabertura desta Linha e, depois de sucessivos adiamentos, mais uma vez, não vai abrir”. O deputado social-democrata aproveitou ainda para reforçar que “os santacombadenses e os viseenses já estão habituados à falta de palavra deste Governo, mas infelizmente continuam a ser fortemente prejudicados, dia após dia. Tanto os estudantes que se precisam de deslocar, como as empresas, por exemplo.”

Os deputados sociais-democratas acusam assim o Governo de sacrificar e atrasar o desenvolvimento do interior do país, dado que a existência de um grande volume de trabalhos por executar continua a colocar em causa a mobilidade da região de Viseu.

Ao longo do dia, os parlamentares do PSD passaram também pela empresa Tesouro Urbano, pela School Motorhome e pela Ribadão, assim como foi visitado o Conservatório de Música e Artes do Dão, num contacto próximo com as empresas, o comércio e a população local.

 

Pode ver também

Viseu: Obras na feira semanal vão avançar este ano

As obras de requalificação do recinto da feira semanal deverão arrancar ainda este ano 2024, …

Comente este artigo