Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Pako Ayestarán diz que Tondela “ainda está muito fraco” a nível defensivo

Pako Ayestarán diz que Tondela “ainda está muito fraco” a nível defensivo

O treinador do Tondela, Pako Ayestarán, disse hoje aos jornalistas que o plantel “ainda está muito fraco” ao nível defensivo e espera novos centrais em breve na equipa da I Liga de futebol.

“Agora, onde estamos mais fracos é a nível defensivo. Contamos com um central, esperamos fechar dois centrais nos próximos dias e depois já começará a ser outra coisa. Na lateral esquerda contamos só com Naoufel Khacef, mas onde precisamos mais atletas é na linha defensiva”, reconheceu.

O técnico principal do Tondela falava aos jornalistas no final do primeiro treino de porta aberta à comunicação social, em que contou com a presença de 11 jogadores, uma vez que John Murillo ainda está de férias, depois de ter estado ao serviço da seleção nacional de futebol da Venezuela.

Há ainda seis atletas em casa devido à covid-19, dois infetados (Tiago Almeida e Naoufel Khacef), dois em quarentena do regresso de férias (Bebeto e Pedro Augusto) e dois em isolamento profilático (Joel Sousa e Souley).

“Estamos a enfrentar uma grande dificuldade, que é treinar com oito jogadores de campo e três guarda-redes e logicamente isso dificulta muito a preparação, mas é algo que não podemos trocar, temos de trabalhar e enfrentar a situação que vivemos e tratar de obter o melhor dos jogadores que temos no momento”, admitiu.

Neste sentido disse que a “cada dia tem de se dar solução à situação que se vive”, mas, admitiu que “com novos jogadores será mais fácil”, uma vez que, atualmente, trabalha com um central e sem laterais.

“Não podemos trabalhar a nível defensivo e isso é uma dificuldade. Tivemos de cancelar os dois primeiros jogos de preparação, mas é o que vivemos”, acrescentou o técnico principal.

Quanto a novas contratações, Pako Ayestarán admitiu que com o orçamento do Tondela “não é possível competir com outros grandes clubes” da I Liga de futebol, mas o clube pode “oferecer outra coisa”.

“Penso que somos uma boa aposta para jogadores que vêm de equipas da formação do Benfica, do Sporting e outras. São jogadores que, não estão ainda valorizados na I Liga, mas que tanto eles como os que os rodeiam, acreditam que podem jogar”, afirmou.

Neste sentido, o treinador espanhol assumiu que o clube ‘beirão’ tem “rigor no trabalho e Tondela não tem muitas distrações e como tal os jogadores podem focar-se totalmente no jogo”.

“São jogadores que ainda estão dispostos a dar o máximo e têm ambição para chegar mais longe e creio que é isso que podemos oferecer. O Tondela tem infraestruturas suficientes para poder focar toda a atenção no jogo e para que os jogadores possam evoluir”, defendeu.

Quanto a objetivos para a nova época 2021/22, Pako Ayestarán assumiu, desde logo, que “é importante a manutenção na I Liga” e deixou para mais tarde a definição de outros, “porque sem o plantel completo, é difícil traçar objetivos”.

“Vamos ver que plantel seremos capazes de reunir e, a partir daí, vamos impor um objetivo”, prometeu Pako Ayestarán que, juntamente com a restante equipa técnica e o plantel, entram em estágio em 12 de julho.

O Centro de Treinos/Estágios do Luso volta a receber o Tondela na pré-época, até 18 de julho e, ao longo dessa semana, Pako Ayestarán conta com o regresso de, pelo menos, quatro dos atletas agora em casa e espera a inclusão de novas contratações.

 

Pode ver também

Tabuaço: freguesia de Paradela e Granjinha perdeu mais de 40% da população em 10 anos

Paradela e Granjinha, no concelho de Tabuaço e distrito de Viseu, perdeu 45% da sua …

Comente este artigo