Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Operação “Natal Seguro” com mais acidentes nas estradas do distrito de Viseu

Operação “Natal Seguro” com mais acidentes nas estradas do distrito de Viseu

O balanço da Operação “Natal Seguro”, da Guarda Nacional Republicana (GNR) que decorreu entre os dias 20 e 25 de Dezembro, registou nas estradas do distrito de Viseu, mais acidentes, comparativamente a 2018.

Durante os seis dias de operação foram registados 84 acidentes de viação, mais 14 que o ano passado, no mesmo período houve o registo de 2 feridos graves e 21 feridos leves, mais seis que em 2018.

Tenente Coronel Adriano Resende, relação públicas do Comando Territorial da GNR de Viseu, em declarações à Alive Fm, diz que as condições climatéricas adversas nos dois primeiros dias da operação, podem estar na causa do aumento do número de acidentes no distrito.

A operação “Natal Seguro” da GNR, registou um aumento significativo no número de acidentes que provocaram também um aumento dos feridos leves.

A nível nacional, seis pessoas morreram e 19 ficaram feridas com gravidade nos mais de 1.500 acidentes registados pela GNR durante a operação.

Desde o início da operação “Natal e Ano Novo”, a GNR fez ainda mais de 22.000 testes de álcool aos condutores fiscalizados, levantando 287 contraordenações e registando 146 casos considerados crime (taxa de álcool de valor igual ou superior a 1,2 g/l).

Quanto à velocidade, foram detetados 2.654 condutores em excesso de velocidade, 136 infrações pela não utilização dos cintos de segurança ou cadeirinhas para crianças. Foram ainda autuados 220 condutores por uso de telemóvel durante a condução.

Para a operação, que termina a 5 de janeiro, a GNR mobiliza diariamente cerca de 4.600 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

Durante a operação, os militares da corporação estão “particularmente atentos” ao excesso de velocidade, manobras perigosas, ultrapassagens, mudança de direção e de cedência de passagem, uso do telemóvel durante a condução, não circulação na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares e uso do cinto de segurança.

 

Pode ver também

Covid-19. Portugal com mais 28 mortes e 3.299 casos em 24 horas

boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde divulgado esta terça-feira revela que, nas últimas 24 horas, foram registados …

Comente este artigo