Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Oliveira de Frades: Projeto/programa – Regime de Fruta Escolar

Oliveira de Frades: Projeto/programa – Regime de Fruta Escolar

O Regime de Fruta Escolar é uma iniciativa de âmbito Europeu, que pretende promover a adoção de uma alimentação saudável junto do público escolar, através de uma alimentação variada e equilibrada, sendo o consumo de fruta e de produtos hortícolas uma mais-valia para a saúde.

Com início desde que o projeto foi concebido, em 2010, o Município de Oliveira de Fades, em parceria com o Agrupamento de Escolas, promovem, anualmente, junto dos alunos do 1.º ciclo do ensino básico, a distribuição gratuita de 1 peça/dose de fruta e/ou produtos hortícolas 2 vezes por semana, como constituinte do lanche da tarde.

Reconhecendo a importância deste projeto, o Município alargou esta iniciativa às crianças do pré-escolar, garantindo que todos os alunos da rede pública do concelho consomem fruta no lanche da tarde, duas vezes por semana.

No sentido de reforçar estes bons hábitos, em cada ano é desenvolvida uma Medida de Acompanhamento. Esta atividade, direcionada para as crianças, visa dar a conhecer as vantagens de adotarmos uma alimentação saudável, permitindo, assim, que estes hábitos sejam implementados, também, fora da Escola.

Algumas das Medidas de Acompanhamento já realizadas foram: sessões de informação, visitas a explorações agrícolas, degustação de fruta e produtos hortícolas (espetadas, batidos), elaboração de panfletos e cartazes sobre a temática, realização de exposição, plantação de árvores, jogos diversos de carácter lúdico e pedagógico, entre outras.Importa referir que o Município oferece, diariamente, os lanches a todos os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo, sendo que esta prática se deu início há cerca de 16 anos.

 

Pode ver também

Covid-19: Tondela com três jogadores infetados além do treinador Pako Ayestarán

Três jogadores do Tondela testaram positivo ao vírus SARS-CoV-2, depois de ter sido anunciado pelo …

Comente este artigo