Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / O lado oculto da exploração de lítio, em debate em Beijós, Carregal do Sal
dav

O lado oculto da exploração de lítio, em debate em Beijós, Carregal do Sal

Mais de sessenta pessoas dos concelhos de Carregal do Sal, Nelas, Oliveira do Hospital, Fornos de Algodres, Tábua, Tondela e Viseu encheram a sala de reuniões da Junta de Freguesia de Beijós, este fim-de-semana,  para participar na iniciativa promovida pelo Bloco de Esquerda e moderada por Diego Garcia da Comissão Coordenadora Distrital e deputado municipal em Carregal do Sal. Em debate estiveram as consequências para o ambiente e para a saúde dos projetos de prospeção e exploração de lítio e outros minerais na região.

A participação de dezenas de pessoas na sessão contou com a afluência de mulheres e homens de outros concelhos, foi elucidativa das preocupações em torno da prospeção/exploração de lítio e outros minerais suscitadas pela opacidade do processo, bem como das interrogações que o mesmo suscita.

A ativista contra a exploração mineira na Serra de Argemela, Maria do Carmo Mendes deu conta dos passos seguidos na região da Covilhã contra o projeto de exploração a céu aberto de lítio, à revelia das populações. Alertou para o facto de, por detrás se moverem poderosos interesses económicos, patrocinados pela União Europeia, que têm como objetivo não só o lítio, mas minérios diversos que tornam viável a exploração, nomeadamente o estanho.  A ativista defendeu ser fundamental alargar o movimento a todas as regiões que estão na mira deste negócio e coordenar a intervenção, para dar força e eficácia ao movimento.

Por seu turno, Diego Garcia, enfatizou a importância da mobilização das populações na defesa dos seus concelhos, dando como exemplo a inflexão de posições da Câmara Municipal de Carregal do Sal, que depois de numa reunião da Assembleia Municipal, com a presença de muitos populares, a questão ter sido suscitada., passou a opor-se á exploração de lítio no concelho.

Já a deputada do BE, Maria Manuel Rola, referiu que a exploração de lítio em Portugal é apresentada como alternativa às energias fósseis, mas que esta é uma questão complexa que apresenta aspetos contraditórios, sendo que a exploração de lítio surge como “uma mina de ouro” que   branqueia impactos ambientais. Referiu que representa uma clara aposta no aumento de automóveis elétricos, ao passo que questões como a melhoria e generalização dos transportes públicos, que contribuiria para uma drástica diminuição de CO2 ficam de fora.

Foram muitas das questões colocadas pelas pessoas presentes que enfatizaram a necessidade de mais informação sobre o tema e a necessidade de se coordenarem esforços em torno da defesa da qualidade de vida das populações e da defesa do ambiente.

 

Pode ver também

Museu do Quartzo, em Viseu, expõe histórias e testemunhos sobre a exploração mineira em Santa Luzia

“Do bronze ao aço” inaugura este domingo, dia 25. Exposição propõe uma viagem no tempo …

Comente este artigo