Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Nova instalação de luz abraça a Rua Direita, em Viseu

Nova instalação de luz abraça a Rua Direita, em Viseu

A obra está incluída no projeto “Eixo Cultural A25” e é financiada pelo Programa Operacional CENTRO 2020

Nos últimos dias, o Centro Histórico de Viseu ganhou um novo brilho, através de uma instalação de luz. Até ao dia 31 de outubro, os habitantes da cidade de Viseu e os seus visitantes têm a oportunidade de usufruir desta intervenção artística a céu aberto.

Esta iniciativa surge a partir de uma parceria estratégica de programação cultural em rede entre os Municípios de Viseu, Aveiro e Guarda, denominada “Eixo Cultural A25 – Rede de Criação e Programação”, que conta também com o Turismo do Centro como parceiro institucional. 

O foco desta iniciativa é a valorização dos principais locais de impacto patrimonial dos três municípios promotores. Viseu escolheu a Rua Direita para acolher esta obra artística original, que utiliza a luz como recurso natural. 

Originária de uma intervenção artística única, o objetivo desta janela artística é valorizar a identidade e o património desta artéria comercial de Viseu. Através desta abordagem inovadora, a história e a arte contemporânea relacionam-se, resultando na projeção do legado patrimonial da Rua Direita.

Segundo Luzo, autor da instalação, “o projeto “Rua Dire ta” é uma visão irreverente de um jovem morador do Centro Histórico de Viseu”. Este acrescenta ainda que, através desta iniciativa, “procura devolver ao local o brilho e a cor de outrora”. Luzo enfatiza também que “o néon, inspirado nos antigos letreiros luminosos a gás, é uma homenagem ao comércio que nela habita”.

A criação deste novo percurso de interpretação de símbolos comunitários e identitários do concelho, permite aos visitantes refletir sobre toda a arquitetura física do centro da cidade, e não apenas dos seus edifícios ou monumentos. 

Por estes dias, na Rua Direita reforça-se, desta forma, a promoção da valorização e usufruto de um relevante conjunto de imóveis de arquitetura civil de interesse patrimonial classificado, como é exemplo o Solar dos Treixedos e a Casa dos Primes.

Fez, também, parte do lançamento desta iniciativa promover processos sustentáveis, quer em termos energéticos, quer nos materiais utilizados nas instalações, aproximando-se assim dos públicos mais jovens.

 

Pode ver também

V.N.Paiva – 1ª Reunião de Câmara do Novo Executivo

Realizou-se na manhã desta sexta-feira, 22 de outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de …

Comente este artigo