Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Município de Viseu abate cedro debilitado junto à Fonte das 3 Bicas

Município de Viseu abate cedro debilitado junto à Fonte das 3 Bicas

Espécie arbórea tem sido avaliada e monitorizada desde 2015. Elevado estado de degradação do cedro exige abate para salvaguarda de pessoas e bens

O Município de Viseu vai avançar, esta sexta-feira, dia 25 de março, com uma operação de abate do cedro que se encontra na Rua do Arvoredo, junto à Fonte das 3 Bicas. Trata-se da espécie Cedrus atlatica, mais conhecida como Cedro-do-Atlas, e estima-se que tenha cerca de 80 anos de idade. 

O exemplar de grande porte tem sido, desde 2015, regularmente avaliado e monitorizado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), a Escola Superior Agrária de Viseu e os técnicos da Câmara Municipal de Viseu. 

Logo nessa altura, o relatório de avaliação sugeria o abate da árvore, porém, ao longo dos anos, o Município de Viseu foi procurando garantir a longevidade deste exemplar, realizando os procedimentos necessários à sua manutenção e segurança, com respeito pela sua identidade, história e enquadramento.

Neste conjunto de procedimentos, foram realizadas diversas podas para redução do volume e a colocação de um sistema de consolidação da copa.

Pese embora todos os esforços levados a cabo pelos técnicos e especialistas, o cedro tem evidenciado, a cada ano, o seu estado de degradação, com a queda sucessiva de vários ramos e pernadas, o que coloca em causa a segurança de pessoas e bens.

Para além disso, num estudo mais recente, concluiu-se que a árvore mostra uma evolução negativa e, o facto de estar plantada numa caldeira de pequena dimensão, incompatível com o seu grande porte, características e necessidades, não permite a sua correta ancoragem. 

Face a todos os motivos elencados, e privilegiando a segurança de todos, o Município irá avançar com este abate. Neste contexto, e porque é política da autarquia optar pela plantação de novos exemplares sempre que algum é abatido, com vista a garantir a manutenção do parque arbóreo da Cidade-Jardim, as equipas irão proceder, oportunamente, à plantação de uma nova árvore neste local, cujas características sejam as mais adequadas à plantação e crescimento nesta caldeira. 

 

Pode ver também

Câmara de Sátão promove combate à Vespa das Galhas do Castanheiro

O município de Sátão realizou 6 largadas do parasitoide Torymus sinensis, para combate à Vespa …

Comente este artigo