Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Mangualde: Moradores promovem abaixo-assinado contra construção de aviário

Mangualde: Moradores promovem abaixo-assinado contra construção de aviário

O Partido Comunista questionou o Ministério do Ambiente sobre o projeto de construção de um aviário “dentro da área urbana” de Mesquitela, freguesia de Mangualde, que já deu origem a um abaixo-assinado por parte dos moradores.

O documento assinado por Ângela Moreira diz que o Partido Comunista tomou conhecimento, através dos moradores, de que “foi aprovado projeto de construção de um aviário dentro da área urbana em Mesquitela”, freguesia de Mangualde, no distrito de Viseu, e que, por isso, questionou o Governo sobre esta obra.

O PCP questionou “o Ministério do Ambiente se tem conhecimento se foi feito o conveniente estudo de impacte ambiental” e “que medidas vão ser tomadas para o devido tratamento dos inertes, estrumes e efluentes do equipamento avícola”.

O PCP quer saber ainda “que medidas vai o governo tomar para que sejam respeitadas as linhas de água históricas do local e o acesso das populações às águas subterrâneas”.

No documento enviado ao Ministério do Ambiente e da Transição Energética, o PCP refere que “a câmara pretende licenciar, ou já licenciou, o aviário”.

Segundo os moradores, “para o terreno em causa já estiveram previstos outros projetos, nomeadamente estufas para a produção de cogumelos e uma plantação de árvores de fruto”.

“Esta diversidade de propostas para o mesmo terreno levanta naturais suspeitas junto da população e interrogam-se sobre a razão que terá levado os promotores a alterar o projeto inicial”, realçam os Comunistas em comunicado.

No entender do PCP, e segundo os moradores, a construção de um aviário naquela área de cultivo tem “como consequência negativa visível da arbitrária movimentação de terras já verificada, o bloqueamento do curso de linhas de água naturais e o soterramento de captações e minas de água existentes nos terrenos”.

Neste sentido, o PCP conta que há um abaixo-assinado “com mais de 200 assinaturas, no qual se manifesta profunda preocupação com o impacto que a construção deste aviário terá no meio ambiente e na saúde de quotidiano dos moradores da região.

 

Pode ver também

Grupo ORPEA vai abrir uma Residência Sénior em Viseu

Vai abrir, no centro de Viseu, uma nova Residência Sénior ORPEA, constituída por três unidades …

Comente este artigo